Facebook completa 10 anos; veja trajetória da empresa

Nesta terça-feira (4), o Facebook, uma das maiores redes sociais do mundo, comemora 10 anos de existência. Fundado em 2004 por Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, o site, que antes se chamava “The Facebook”, era destinado, inicialmente, aos estudantes da Universidade de Harvard.

Leia também:
Facebook tem lucro líquido de US$ 523 milhões no 4º tri
Jovens abandonam Facebook; saiba por quê


Poucos meses depois do lançamento, a rede social foi expandida às universidades de Stanford, Columbia e Yale. No final do ano letivo, Zuckerberg  e Moskovitz se mudaram para Palo Alto, na Califórnia, onde se juntaram a Adam D'Angelo, Sean Parker e Andrew McCollum para se dedicarem ao desenvolvimento do Facebook.

Pouco tempo depois os proprietários do site HarvardConnection, Divya Narendra, Cameron Winklevoss e Tyler Winklevoss, posteriormente chamado ConnectU, entraram com uma ação judicial contra o Facebook alegando que Zuckerberg teria utilizado ilegalmente informações pertencentes ao HarvardConnection. No entanto, a ação não procedeu e o Facebook ainda recebeu US$ 500 mil do investidor anjo e co-fundador do PayPal, Peter Thiel. No final de 2004, o site já contava com uma base de mais de 1 milhão de usuários.

No ano seguinte, o Facebook recebeu mais investimentos e comprou o domínio “facebook.com” da AboutFace por US$ 200 mil. A rede social foi repaginada e expandida paramais de 2 mil colégios e 25 mil universidades no Canadá, Reino Unido, México, Porto Rico, Ilhas Virgens Americanas, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda.

Em 2006, o site atingiu o valor estimado de US$ 2 bilhões, novos recursos foram adicionados à plataforma e se expandiu para a Índia, Alemanha e Israel. Em setembro desde mesmo ano, Facebook deixou de ser exclusivo do mundo acadêmico e foi aberto o cadastro para todo o público.

Na metade de 2007, a rede social anunciou um plano para adicionar classificados grátis em seu website, que hoje é a fonte de renda do Facebook. Meses depois, a Microsoft comprou 1,6% da companhia por US$ 240 milhões. No ano seguinte, em uma tentativa de eliminar concorrentes, Zuckerberg fez uma oferta milionária para comprar o Twitter, que foi rejeitada pelos fundadores do microblog.

No início de 2012, o Facebook se tornou a maior rede social no Brasil e na America Latina, ultrapassando o Orkut, Tumblr, Twitter. Segundo dados da ComScore, a rede atraiu 36,1 milhões de visitantes durante o mês de dezembro de 2011, superando os 34,4 milhões registrados pela rede social do Google.

Além disso, esse foi um ano importante para o Facebook, pois suas ações foram lançadas na bolsa da Nasdaq, onde registrou 421,2 milhões em ações vendidas, e devido à grande procura, aumentou o valor de uma ação de US$ 34 para US$ 38, atingindo o máximo esperado. Em outubro, Zuckerberg informou que havia já mais de 1 bilhão de usuários ativos no Facebook.

No Brasil
Em setembro do ano passado, a empresa divulgou dados que colocavam o Brasil como o principal mercado latino-americano, com 76 milhões de usuários ativos mensais. Vale lembrar que o País é o terceiro com maior número de usuários, perdendo somente para os Estados Unidos e a Índia, com 179 milhões e 82 milhões de usuários ativos mensais respectivamente.



Carregando...