Mercado abrirá em 1 h 17 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,08
    +0,79 (+1,12%)
     
  • OURO

    1.766,90
    +3,10 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    43.427,96
    -611,41 (-1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.088,75
    -45,63 (-4,02%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.980,63
    +76,72 (+1,11%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.123,50
    +114,00 (+0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Facebook avalia integrar dados de Oculus Move com Apple Health

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Facebook estuda permitir que usuários sincronizem dados de treinos dos óculos de realidade virtual Oculus com o aplicativo Health da Apple em iPhones, segundo um código descoberto no aplicativo Oculus iPhone.

O recurso permitiria a um usuário do sistema de treinos Oculus Move adicionar dados - como o número de calorias queimadas - ao aplicativo iPhone Health. O código oculto no aplicativo Oculus também faz referência à capacidade de visualizar dados de treinos do Oculus no aparelho Oculus VR salvos anteriormente no aplicativo Apple Health.

O uso pelo Facebook da plataforma Health da Apple representaria um novo vínculo entre os dois gigantes da tecnologia, que têm sido parceiros e rivais ao longo dos anos. O código no aplicativo Oculus não significa que o lançamento é garantido ou iminente, mas indica que é um recurso que está sendo explorado pela gigante de redes sociais. Uma porta-voz do Facebook não quis comentar.

Desde o lançamento em 2014, o aplicativo Apple Health tem sido capaz de armazenar dados de exercícios e condicionamento físico de vários dispositivos de terceiros, incluindo balanças inteligentes, medidores de pressão arterial, de sono e termômetros, bem como aplicativos de exercícios de terceiros. Também é capaz de coletar dados de treinos de um Apple Watch ou diretamente de um iPhone.

O código foi descoberto por Steve Moser, desenvolvedor do iOS, e compartilhado com a Bloomberg News. O código do aplicativo revelou novos recursos anteriormente. Por exemplo, em maio a Bloomberg informou sobre um código na aplicação da Square que indicava planos para contas correntes e de poupança de empresas. As novas ofertas foram finalmente reveladas este mês. As evidências dos planos de videogames da Netflix também apareceram no aplicativo antes que a plataforma de streaming anunciasse suas ambições.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos