Mercado abrirá em 8 h 14 min

Facebook afirma que sua carteira digital Novi está pronta para chegar ao mercado

·3 minuto de leitura

Em uma publicação feita no Medium, David Marcus, diretor do setor de criptomoedas do Facebook, afirmou que a carteira digital Novi já está pronta para chegar ao mercado — mas pode passar por algumas mudanças no processo. Em uma longa defesa aos sistemas de pagamentos virtuais e sua capacidade de mudar o mundo, ele afirma que somente barreiras regulatórias estão impedindo a estreia do sistema.

Segundo Marcus, o principal problema envolve a stablecoin (moedas digitais amparadas por ativos mais estáveis) Diem, conhecida anteriormente como Libra. Embora tenha sido desenvolvida de forma a manter a estabilidade de seu valor e evitar volatilidade, ela tem sofrido resistência entre órgãos de regulação financeira, o que pode forçar o Facebook a abandoná-la totalmente.

“Me deixe ser claro, se oferecêssemos somente moedas fiduciárias no Novi, isso traria muito valor às pessoas”, afirma marcus. “Então por que não simplesmente fazer isso e finalizar as coisas? Bom, nós podemos fazer isso”, continuou. No entanto, ele afirma que a rede social continua a defender o Diem porque acredita em um “protocolo aberto, interoperável para dinheiro na internet” capaz de mudar o mercado para pessoas e negócios ao redor do mundo.

Estrutura de pagamentos está quebrada

Marcus defende que carteiras digitais como o Novi são necessárias porque o sistema de pagamentos online atualmente está “quebrado” e é preciso mudar a maneira como o dinheiro se movimenta pela internet. “Os sistemas que temos atualmente são custosos, lentos e não são interconectados. Ainda há aproximadamente 1,7 bilhão de pessoas que não têm serviços bancários ao redor do mundo, e muitos mais têm pouco acesso”, afirma.

O executivo, que já comandou o sistema de pagamentos PayPal no passado, afirma que a COVID-19 ajudou a acelerar os pagamentos online e reforçou a necessidade de mudanças para que ninguém fique para trás. No entanto, ele afirma que governos ao redor do mundo continuam colocando barreiras para a adoção de novas tecnologias, o que faz com que países como a China estejam ganhando a dianteira das possibilidades que se abrem.

Imagem: Divulgação/Novi
Imagem: Divulgação/Novi

Marcus afirma que o Novi seria uma opção ideal para esse cenário, oferecendo pagamentos gratuitos de pessoa a pessoa em qualquer do mundo. Ele também afirma que o sistema deve baratear custos para empresas, ao mesmo tempo em que ampliaria o lucro de serviços comerciais que teriam acesso a uma base de clientes significativa.

Ele também afirma que a adoção da nova carteira permitiria uma maior diversificação de serviços financeiros, que seriam criados em parceria com nomes respeitados e bem regulamentados. Apesar de demonstrar entusiasmo com a ideia, o executivo não deu mais detalhes sobre quando ela pode fazer sua estreia oficial.

“A mudança está muito atrasada. Ela vai acontecer de uma forma ou outra. O Novi está pronto para chegar ao mercado. Está regulado, e estamos confiantes em nossa capacidade operacional de superar os altos padrões de compliance que serão exigidos de nós”, escreveu Marcus. O sistema de pagamentos adotou esse nome em dezembro de 2020, após sua identidade anterior — Calibra — sofrer uma série de críticas resultante de sua ligação com a rede social.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos