Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    36.010,78
    -1.452,01 (-3,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

F8 Refresh: Facebook anuncia interface própria para a comunidade de pesquisa

·2 minuto de leitura
F8 Refresh: Facebook anuncia interface própria para a comunidade de pesquisa
F8 Refresh: Facebook anuncia interface própria para a comunidade de pesquisa

Nesta quarta-feira (2), o Facebook divulgou que está se preparando para lançar uma nova interface de programação de aplicativos (API) projetada especificamente para acesso da comunidade de pesquisa. O anúncio foi feito durante a F8 Refresh, conferência anual da plataforma para desenvolvedores.

Facebook anuncia interface de programação de aplicativos (API) projetada especificamente para acesso da comunidade de pesquisa. Imagem: Divulgação – Facebook
Facebook anuncia interface de programação de aplicativos (API) projetada especificamente para acesso da comunidade de pesquisa. Imagem: Divulgação – Facebook

De acordo com o Facebook, a medida tem como objetivo resolver problemas que surgiram a partir de mudanças feitas na plataforma em 2018, após o escândalo de uso político de dados envolvendo a empresa Cambridge Analytica. Esse evento forçou a empresa de Mark Zuckerberg a reavaliar o acesso que os desenvolvedores tinham aos dados dos usuários.

O Facebook afirmou que, nos últimos três anos, suspendeu milhares de APIs para reduzir o risco de uso indevido e violações de dados no futuro. Além disso, renovou seus acordos com desenvolvedores na plataforma “para garantir que eles estivessem comprometidos com os mesmos valores que nós”, explicou o vice-presidente de parcerias do Facebook, Konstantinos Papamiltiadis, durante o discurso principal no evento.

Leia mais:

Busca por mais segurança de dados impactou comunidade acadêmica

No entanto, a gigante das redes sociais admitiu que essas mudanças tiveram um impacto na comunidade de pesquisa acadêmica, que antes tinha acesso mais amplo aos dados do Facebook.

Então, com o intuito de resolver essa questão, o Facebook resolveu criar essa API específica da comunidade acadêmica. “A API permitirá aos pesquisadores analisar novamente os dados do Facebook com o objetivo de entender a influência da rede social na sociedade”, observou Papamiltiadis. “Queríamos ter certeza de que acertávamos e tínhamos a intenção de desenvolver os melhores produtos para apoiar os pesquisadores, ao mesmo tempo que mantinham os dados das pessoas seguros e protegidos”.

Chamada API Researcher, o recurso oferecerá acesso em tempo real a páginas públicas, grupos, eventos e dados pós-nível dos EUA em um ambiente com privacidade protegida.

De acordo com o Facebook, a API estará disponível para a comunidade acadêmica ainda este ano.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!