Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.503,67
    -333,97 (-0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Fóssil de dinossauro tão perigoso quanto o T. Rex é encontrado no Uzbequistão

·1 minuto de leitura

Na formação Bissekty, no deserto Kyzylkum, no Uzbequistão, paleontólogos descobriram os fósseis de uma nova espécie de dinossauro predador. Batizada de Ulughbegsaurus uzbekistanensis, a criatura foi um carcarodontossauro, também conhecido como dinossauro "dente de tubarão" por contar com os dentes grandes e serrilhados. O fóssil é um primeiro do tipo a ser encontrado na Ásia Central.

De acordo com os pesquisadores, o fóssil conta com uma parte da mandíbula superior de uma criatura que media cerca de oito metros de comprimento e pesava uma tonelada. Kohei Tanaka, um dos paleontólogos responsáveis pela descoberta, diz que o crânio do dinossauro teria cerca de um metro e, pelos seus dentes serem pontudos e afiados, se tratava de uma espécie carnívora. O predador gigante coexistia na região com o Tiranossauro timurlengia, também um assassino, mas um pouco mais modesto.

<em>Fragmento encontrado da mandíbula do dinossauro (Imagem: Reprodução/Kobayashi et al.)</em>
Fragmento encontrado da mandíbula do dinossauro (Imagem: Reprodução/Kobayashi et al.)

A grande mandíbula do ulughbegsaurus foi encontrada no Uzbequistão ainda na década de 1980, mas os pesquisadores reencontraram o fóssil enquanto vasculhavam uma coleção em um museu do país. O autor sênior da pesquisa, Yoshitsugu Kobayashi, diz que a descoberta preenche um espaço importante no registro fóssil, mostrando que os carcarodontossauros estavam espalhados por toda a Europa até o Leste Asiático.

Segundo os paleontólogos, carcarodontossauros como o ulughbegsaurus desapareceram da Ásia Central, o que acabou tornando o tiranossauro rex o maior predador que já pisou na Terra. A fim de comparação, o dinossauro do Uzbequistão existiu há 100 milhões de anos, e o T. Rex surgiu há 70 milhões de anos, medindo 12 metros e pesando oito toneladas.

O estudo com a descoberta foi publicado na revista científica Royal Society Open Science.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos