Mercado abrirá em 29 mins
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,47
    +1,03 (+1,25%)
     
  • OURO

    1.778,10
    +12,40 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    62.175,60
    +835,79 (+1,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.451,29
    -0,35 (-0,02%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.206,80
    +2,97 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.358,75
    +68,25 (+0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4193
    +0,0278 (+0,43%)
     

Fóssil bem preservado encontrado na China pode conter DNA de dinossauro

·1 minuto de leitura

Paleontólogos acabam de anunciar que um fóssil de dinossauro encontrado na China pode conter rastros de DNA. Caso as estruturas microscópicas se confirmem como material genético, será a descoberta mais antiga de material cromossômico encontrado em um fóssil de animal vertebrado.

O dinossauro fossilizado viveu entre 125 milhões e 113 milhões de anos atrás, e se chama Cudipteryx. Segundo os pesquisadores, o animal seria parecido com um peru. O material foi encontrado em Jehol Biota, no nordeste da China, e a descoberta do possível DNA aconteceu quando os cientistas analisaram a cartilagem do fêmur em um microscópio.

<em>Imagem: Reprodução/Communications Biology</em>
Imagem: Reprodução/Communications Biology

Para isso, eles contaram com a ajuda dos corantes hematoxilina e eosina, substâncias químicas que revelam os núcleos e citoplasmas das células em histologia. Os paleontólogos fizeram a comparação com a cartilagem de uma galinha e descobriram que eles se coravam da mesma forma, revelando que os materiais que formam os cromossomos se tornaram visíveis. Li Zhiheng, paleontólogo e co-autor do estudo, conta que a preservação de fósseis na região foi possível graças às cinzas vulcânicas que cobriram as carcaças, preservando até mesmo a nível celular.

Esta não é a primeira vez, no entanto, que um material genético de dinossauro é encontrado. No ano passado, nos Estados Unidos, uma amostra do crânio do Hypacrosaurus foi investigado e os pesquisadores encontraram vestígios de material genético bem preservado. O material encontrado na China ainda precisa ser analisado para confirmar se realmente há DNA presente na cartilagem. A pesquisa foi publicada na revista científica Communications Biology.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos