Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.840,10
    +379,55 (+0,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,85
    -2,49 (-2,64%)
     
  • OURO

    1.816,80
    +9,60 (+0,53%)
     
  • BTC-USD

    24.110,59
    +13,41 (+0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,25
    +2,97 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.569,50
    +258,25 (+1,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2034
    -0,1203 (-2,26%)
     

De férias no Havaí, Alessandra Ambrósio não vai comentar caso de italiano que caiu em golpe de namoro

·1 min de leitura

A modelo Alessandra Ambrósio não irá se pronunciar sobre o caso do jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga, que caiu num golpe. O caso virou assunto nas redes sociais e ganhou espaço na imprensa mundial. Roberto passou 15 anos acreditando que namorava à distância a modelo brasileira, após conhecer uma pessoa pela internet que usava fotos dela, mas se identificava como Maya. Neste período, entregou 700 mil euros (R$ 4,3 milhões) para a estelionatária, que pedia ajuda financeira para custear tratamentos de supostos problemas cardíacos.

Procurada, a equipe da modelo informou que ela está de férias no Havaí. E que, além disso, não teria motivo para Ambrósio comentar a situação.

Cazzaniga contou que os dois nunca se encontraram, já que ela sempre criava desculpas, porém, a voz ao telefone foi o suficiente para despertar sentimentos.

— Não, nós nunca nos conhecemos. Nunca. Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho. E ainda assim me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. O contato era apenas no celular, quase que diariamente. Ligava antes de eu ir treinar ou à noite, na hora de dormir. Como ela me tirou todo esse dinheiro? Nem sei ao certo, mil euros aqui, outros dois mil ali... No final chegamos a um total de 700 mil. Passado este pesadelo, é como se tivesse acordado de um coma que me fez perder décadas de vida — disse ele ao jornal Corriere Della Sera.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos