Mercado fechado

Fãs não estão gostando de ver Os Simpsons em formato widescreen no Disney+

Natalie Rosa

A plataforma de streaming Disney+ estreou nesta terça-feira (12) nos Estados Unidos, levando aos usuários todas as primeiras 30 temporadas de Os Simpsons. Este lançamento, no entanto, vem deixando alguns fãs da série chateados.

Até a temporada 20, os episódios ainda contavam com o formato quadrado de imagem, então a Disney resolveu adaptar a produção à tela do serviço do seu jeito. Enquanto algumas emissoras ou plataformas preferem deixar as bordas sem nada, mantendo o formato original, o Disney+ optou por esticar a imagem para o formato widescreen (16:9).

Isso não seria um problema se a imagem não ficasse esticada, deformando levemente os personagens e cenários, além de cortada. Tristan Cooper, que trabalha no College Humor, postou em seu Twitter um exemplo de como o corte na imagem pode prejudicar o roteiro do episódio, fazendo com que o espectador perca a piada.

"Todos os episódios clássicos de Os Simpsons no Disney+ são cortados para o formato widescreen — isso significa que você perde várias grandes piadas visuais, como quando (as cervejas) Duff, Duff Lite e Duff Dry saem do mesmo tubo", disse.

Em outro exemplo citado pelo usuário, uma cena de um episódio aparece com a nitidez melhorada, mas com os rostos de Lisa e Bart esticados.

"Os episódios clássicos de Os Simpsons não só estão estranhamente cortados, como também estão esticados em várias lugares. A cabeça do Bart parece quatro polegadas mais esticada aqui", pontuou.

Problemas de conexão

Imagem: Reprodução/Twitter

Nas primeiras 24 horas de lançamento, o Disney+ vem incomodando assinantes com falhas na plataforma. Alguns usuários vêm relatando páginas de erro no momento de assistir a um título, causando, claro, frustração. No entanto, como todo lançamento, os períodos iniciais de uma novidade servem para avaliar o retorno dos usuários e corrigir erros que só podem ser encontrados quando um produto vai a público. A companhia afirmou, em nota oficial, que existem equipes de monitoramento trabalhando sem parar para encontrar soluções para erros.

Em um geral, o retorno vem sendo positivo, mas infelizmente o Disney+ só deve chegar ao Brasil no ano que vem. Confira quais são os títulos disponíveis até então.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: