Mercado fechará em 5 h 18 min
  • BOVESPA

    110.017,78
    -122,86 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,84
    -0,04 (-0,05%)
     
  • OURO

    1.917,10
    -13,70 (-0,71%)
     
  • BTC-USD

    23.362,38
    -414,43 (-1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,25
    -12,07 (-2,21%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.851,77
    +31,61 (+0,40%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.664,00
    -182,75 (-1,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    +0,0384 (+0,70%)
     

Fã registra patente de motor para barcos e aviões em nome da Tesla

A Tesla estaria pensando em expandir seus negócios e também introduzir seus motores elétricos em barcos e aviões futuramente. Até aí, tudo bem, certo? O problema é que um apaixonado pela marca quis “ajudar” Elon Musk e se antecipou aos possíveis planos do CEO da montadora.

O que ele fez? Registrou o pedido no US Patent and Trademark, escritório de marcas e patentes dos Estados Unidos. Segundo a documentação datada do dia 28 de dezembro de 2022 e assinada por Jerome Eady, o registro para “motores assíncronos de veículos não-terrestres” foi feito em nome da Tesla, e consta como “aguardando atribuição a um advogado”.

O detalhe curioso da história é que a Tesla não tinha a menor ideia de que tal documentação havia sido solicitada em nome da montadora. Em contato com a reportagem do site Bloomberg, Jerome Eady argumentou que soube da intenção de Elon Musk de expandir os negócios da Tesla quando o executivo comentou que a Cybertruck, esperada picape elétrica da marca, “poderia funcionar também como um barco”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O “fã” da montadora de Elon Musk também confirmou que não tem qualquer ligação com a Tesla, e que realmente entrou com o pedido junto ao escritório de marcas e patentes dos Estados Unidos por conta própria, ou seja, sem o conhecimento ou o aval de ninguém da empresa.

O inusitado pedido de patente em nome da Tesla gerou uma pequena confusão nos veículos de imprensa, que noticiaram o registro em nome da montadora com a certeza de que se tratava de uma movimentação oficial, o que não se confirmou. Até agora, ninguém da Tesla comentou o assunto.

Declaração sobre a Cybertruck poder "ser usada como barco" motivou fã a registrar patente (Imagem: Divulgação/Tesla)
Declaração sobre a Cybertruck poder "ser usada como barco" motivou fã a registrar patente (Imagem: Divulgação/Tesla)

Tesla quer “mesmo” fazer barcos e aviões?

O registro não autorizado em nome da Tesla para a fabricação de barcos e aviões com motores elétricos da empresa abriu uma questão: a empresa de Elon Musk quer “mesmo” entrar para estes segmentos?

Oficialmente, não há qualquer planejamento revelado a respeito do assunto, e o único indício de que isso pode se tornar realidade no futuro foi dado quando Elon Musk afirmou ter na cabeça o projeto de lançar um eVTOL (aeronave de pouso e decolagem vertical), mas sem especificar uma data para isso.

Em relação aos barcos, o único comentário foi do próprio CEO, provavelmente em tom de exagero, ao afirmar que o Cybertruck também funcionaria como barco. O apaixonado fã da Tesla, porém, parece ter levado a hipótese a sério demais, não é?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: