Mercado fechará em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    108.420,89
    +483,78 (+0,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.427,71
    -462,88 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,67
    +1,36 (+1,63%)
     
  • OURO

    1.846,60
    +4,90 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    36.878,35
    +2.701,32 (+7,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    836,65
    +16,07 (+1,96%)
     
  • S&P500

    4.321,11
    -89,02 (-2,02%)
     
  • DOW JONES

    33.947,83
    -416,67 (-1,21%)
     
  • FTSE

    7.376,91
    +79,76 (+1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.025,50
    -475,50 (-3,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1863
    -0,0424 (-0,68%)
     

Fábrica da Foxconn na Índia dificilmente será reaberta até 7 de janeiro após protestos

·1 min de leitura

Por Sudarshan Varadhan

CHENNAI (Reuters) - A Foxconn, fornecedora da Apple, provavelmente não reabrirá até 7 de janeiro sua fábrica fechada no sul da Índia, disse à Reuters um alto funcionário do governo familiarizado com o assunto.

A fábrica da Foxconn, localizada no Estado de Tamil Nadu, foi fechada em 18 de dezembro, após protestos de mais de 250 de trabalhadores por conta de intoxicação alimentar. Desde então, a Apple colocou a fábrica em regime de prova depois de descobrir que alguns dormitórios e salas de jantar não atendiam aos padrões exigidos.

A empresa, oficialmente conhecida como Hon Hai Precision, disse ao governo estadual de Tamil Nadu que estava trabalhando para atender às preocupações da Apple sobre as condições de vida dos trabalhadores, disse o funcionário.

"A Foxconn ainda está trabalhando com a Apple para garantir a conformidade, o que eles esperam levar até dois dias. Trazer trabalhadores de volta também pode levar mais de um dia", disse o oficial, acrescentando que o governo estadual autorizou o reinício de atividades da fábrica para produção.

Funcionários da Foxconn e da Apple não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

Funcionários de duas agências de emprego contratadas pela Foxconn disseram que a empresa não havia comunicado a eles quando a produção na fábrica será retomada.

Dois trabalhadores da fábrica disseram que nem a Foxconn, nem os contratantes comunicaram a data de reabertura.

O funcionário do governo não quis ser identificado, pois as negociações entre o governo e a Foxconn eram privadas. Os trabalhadores e os funcionários da agência de recrutamento falaram em condição de anonimato porque não estão autorizados a falar com a mídia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos