Mercado fechará em 3 h 17 min
  • BOVESPA

    110.672,67
    +1.828,93 (+1,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,08
    +39,43 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,45
    +0,16 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.776,50
    +12,70 (+0,72%)
     
  • BTC-USD

    42.823,29
    -1.223,61 (-2,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.069,85
    +6,01 (+0,56%)
     
  • S&P500

    4.378,43
    +20,70 (+0,48%)
     
  • DOW JONES

    34.154,15
    +183,68 (+0,54%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.079,75
    +70,25 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2008
    -0,0439 (-0,70%)
     

Exxon encontra sinais de petróleo em poço de águas profundas

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Exxon Mobil Corp. encontrou indícios de petróleo e gás natural em um importante poço em águas ultraprofundas na costa do Brasil, mas a empresa não informou se a descoberta é economicamente viável.

A Exxon estudará os resultados do poço Opal-1 A para avaliar o potencial de exploração, disse a empresa por e-mail. Seus parceiros no bloco são a Petrobras e a Qatar Petroleum. Mas a falta de informações detalhadas da Exxon e de seus parceiros sugere “outro resultado ruim”, disse Marcelo de Assis, chefe de pesquisa de upstream na América Latina da consultoria Wood Mackenzie.

A indústria de exploração do Brasil espera os resultados desse poço, e de outros, para ajudar a determinar o quão longe a região do pré-sal se estende além do grupo inicial de campos descobertos pela Petrobras. A região é a espinha dorsal dos planos de crescimento da estatal brasileira. A Exxon também tem planos de perfurar em duas outras bacias offshore no Brasil.

Apesar do sucesso da Petrobras no pré-sal, tem havido decepções por pares que, como a Exxon, compraram direitos de perfuração caros no Brasil antes que os preços do petróleo despencassem. A Royal Dutch Shell perfurou um poço seco no ano passado.

As empresas petrolíferas americanas e europeias migraram para o Brasil no final dos anos 2010 para arrebatar blocos de exploração na esperança de encontrar campos de bilhões de barris, como o de Tupi e Búzios da Petrobras. De 2016 a 2018, o Brasil ficou com 75% do que foi gasto globalmente com licenças de exploração, de acordo com a agência reguladora do petróleo do país, a ANP.

O Brasil tem sido uma importante fonte de crescimento da produção não pertencente à OPEP nos últimos anos e seus campos sob as espessas camadas de sal têm sido alguns dos mais resistentes aos preços mais baixos. A Petrobras planeja perfurar seis poços de exploração offshore este ano.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos