Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,64
    +1,38 (+2,08%)
     
  • OURO

    1.786,10
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    48.437,77
    -754,34 (-1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.243,90
    -197,86 (-13,72%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.420,44
    -346,25 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    27.835,74
    -193,83 (-0,69%)
     
  • NASDAQ

    15.719,25
    +1,50 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3825
    -0,0128 (-0,20%)
     

EXTRA repudia agressões a jornalista

·1 min de leitura

O vice-presidente nacional do PT, Washington Quaquá, e o vereador Felipe Michel (PP-RJ) fizeram esta semana, em suas redes sociais, acusações, sem apresentar prova, à colunista do EXTRA Berenice Seara. Quaquá também publicou uma agressão misógina e machista.

As ofensas de Quaquá se referiam a notas publicadas na coluna EXTRA EXTRA! na quinta-feira e na sexta-feira. As publicações revelavam que Quaquá propôs que o ex-presidente Lula não tenha apenas um palanque na eleição para governador do Rio ano que vem, mas vários. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, desautorizou Quaquá, dizendo que ele “não fala pelo PT”.

Já Felipe Michel citou nota da coluna, publicada terça-feira, que mostrava posições diferentes do vereador em relação à Prefeitura do Rio. Quando poderia se tornar secretário de Eduardo Paes, elogiava o prefeito. Mas, ao deixar de ser cotado para o cargo, se tornou crítico frequente da administração municipal.

O EXTRA mantém o que foi publicado. Destaca ainda que faz parte da prática jornalística diária lidar com críticas, contestações e pedidos de reparação de alguma informação. No entanto, repudia os ataques irresponsáveis feitos pelos políticos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos