Mercado fechará em 4 h 57 min
  • BOVESPA

    109.200,34
    -1.586,09 (-1,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.780,01
    -518,19 (-0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,75
    -0,67 (-0,80%)
     
  • OURO

    1.781,90
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    64.850,14
    -1.165,24 (-1,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.536,47
    +1,82 (+0,12%)
     
  • S&P500

    4.532,20
    -3,99 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    35.530,42
    -78,92 (-0,22%)
     
  • FTSE

    7.192,62
    -30,48 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.391,75
    +14,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5570
    +0,0374 (+0,57%)
     

Extensões do Chrome antigas deixarão de funcionar em janeiro de 2023

·1 minuto de leitura

As extensões antigas para o Google Chrome, construídas sobre a tecnologia Manifest V2, agora têm data para deixar de funcionar: janeiro de 2023. A plataforma será substituída pela evolução direta dessa especificação, o Manifest V3, implementado no Chrome 88 no início deste ano.

A partir de 17 de janeiro de 2022, cadastros de extensões que seguem especificações do Manifest V2 não serão mais aceitos e, no ano seguinte, o Chrome perderá totalmente o suporte para o padrão. O Manifest V3 foi construído com maior foco em privacidade e desempenho, mas gerou tumulto na comunidade de desenvolvedores por dificultar o funcionamento de bloqueadores de anúncios — os conhecidos adblockers.

Extensões do Chrome construídos com a especificação Manifest V2 deixarão de funcionar a partir de 2023 (Imagem: Tati___Tata/Visualhunt)
Extensões do Chrome construídos com a especificação Manifest V2 deixarão de funcionar a partir de 2023 (Imagem: Tati___Tata/Visualhunt)

Ao longo do tempo, o Google continuou evoluindo as especificações com base no feedback da comunidade e, com uma data finalmente definida, a preocupação com a usabilidade dos bloqueadores voltou a surgir.

Mais próximo das datas anunciadas, o Google divulgará detalhes de como as mudanças podem interferir no trabalho de desenvolvedores e no dia a dia dos usuários. Até lá, o Manifest V3 continuará em construção conforme as necessidades da comunidade — e usuários do Firefox também devem ficar atento às novidades, já que o navegador adotará as novas especificações.

O processo de migração deve ser feito pelo desenvolvedor da extensão, então aquelas que perderam suporte da equipe original não devem sobreviver no Chrome. Os devs que encontrarem dificuldades na migração de especificações devem relatar a própria experiência no grupo Chromium Extensions.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos