Mercado fechado

Extensão mostra quem pagou pelo selo de verificado no Twitter

Na dúvida se um perfil no Twitter é verificado por ser relevante ou apenas um assinante do Twitter Blue? Uma extensão para navegador ajuda você a descobrir. O projeto substitui o tradicional selo por duas versões, um com a autenticação oficial (entregue a governos, empresas e figuras públicas) e outro atribuído a perfis que pagam pelo serviço do Passarinho Azul.

Com a extensão, dá para conferir a autenticidade da conta direto pelo tuíte, sem precisar abrir a página de perfil para descobrir a origem do selo. A ferramenta atualmente funciona no Chrome e navegadores baseados no Chromium compatíveis com extensões do programa do Google e pode ser baixada gratuitamente no repositório do GitHub de Will Seagar, um dos responsáveis pelo projeto.

A extensão diferencia o selo de verificação de pagantes das contas autênticas (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
A extensão diferencia o selo de verificação de pagantes das contas autênticas (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

O processo de instalação é um pouco mais complicado do que extensões comuns da Chrome Web Store:

  1. Primeiro, o usuário precisa habilitar o Modo de Desenvolvedor na página de extensões do Chrome;

  2. Depois, descompactar o arquivo baixado no GitHub;

  3. Por fim, carregar o complemento pela ferramenta “Carregar sem compactação”.

Cara, crachá

O complemento torna a navegação pelo Twitter bem menos arriscada — ou, pelo menos, quase à prova de enganos. Os selos diferentes permitem identificar contas com facilidade, evitando que o usuário tome como verdade alguma publicação de conta falsa se passando por alguma entidade ou figura relevante, especialmente em temas sensíveis ou golpes.

A bagunça do novo Twitter Blue

Mesmo que tenha sido lançado somente ontem (9), o novo Twitter Blue com selo de verificado já causa problemas e mostra seu potencial destrutivo na rede social. Vários usuários mal-intencionados usam o selo de fácil acesso para se passar por empresas e figuras públicas relevantes — alguns, inclusive, fazendo publicações bem questionáveis.

Atualmente, o ícone de verificado de usuários pagantes e de contas autênticas é idêntico, mas há uma forma de diferenciá-los. Para isso, porém, o usuário deve entrar na página do perfil e tocar sobre o ícone de verificado para conferir sua origem. Se o perfil for de um assinante do Twitter Blue, ele será identificado como tal.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: