Mercado abrirá em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,39
    +0,03 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.842,10
    +12,20 (+0,67%)
     
  • BTC-USD

    37.226,16
    +784,42 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    733,91
    -1,23 (-0,17%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.734,95
    +14,30 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    29.642,28
    +779,51 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    28.633,46
    +391,25 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    12.920,00
    +117,75 (+0,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4102
    +0,0149 (+0,23%)
     

Expresso Aeroporto da CPTM volta a funcionar com tarifa mais barata

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Expresso Aeroporto, que liga o centro de São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, voltou a operar nesta terça (1º), o serviço estava suspenso desde março como ação preventiva à pandemia do novo coronavírus. Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, o novo serviço terá trens que saem de uma em uma hora, não mais em duas como antes. Também terá tarifa mais barata, de R$ 4,40 - ante R$ 8,80. O Expresso Aeroporto terá viagens diretas entre as estações Luz e Aeroporto-Guarulhos e também no sentido contrário. Com o novo serviço, o Connect, que partia da estação Brás, será extinto. Os passageiros podem acessar o serviço das 5h à 0h. O novo modelo foi inaugurado nesta terça pelo secretário de transportes, Alexandre Baldy, que entregou também o quinto trem da série 2500, que contam com bagageiros para os passageiros acomodarem malas. O Expresso foi inaugurado em 16 de outubro de 2018. Liga o centro da capital paulista ao aeroporto de Guarulhos em viagens diretas. Nos feriados e nos finais de semana, são três deslocamentos em cada sentido. Mesmo com a alta demanda do aeroporto, o serviço da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) atraiu poucos passageiros. Em 2019, atingiu uma média de 350 passageiros ou 35 ocupantes em cada uma das dez viagens (ida e volta) que faz nos dias úteis. Um trem da CPTM possui 320 assentos; incluindo quem viaja em pé, e pode transportar até 2.000 pessoas.