Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.947,60
    +1.477,02 (+3,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Exportações da Alemanha caem em setembro pelo 2º mês seguido

·1 min de leitura
Carros para exportação aguardam no porto em Bremerhaven, Alemanha

BERLIM (Reuters) - As exportações da Alemanha recuaram pelo segundo mês seguido em setembro enquanto as importações quase estagnaram, informou nesta terça-feira a agência de estatísticas, em mais um sinal de que os problemas nas cadeias de oferta estão complicando a recuperação econômica.

As exportações sazonalmente ajustadas caíram 0,7% no mês, para 112,3 bilhões de euros, contra expectativa de economistas de estabilidade.

As importações avançaram 0,1%, a 99,2 bilhões de euros, abaixo da alta esperada de 0,6%.

Na comparação com fevereiro de 2020, período pré-pandemia, as exportações recuaram 0,3% enquanto as importações tiveram alta de 7,8%, segundo os dados sazonalmente ajustados.

"Gargalos de oferta estão pesando sobre a produção, o que por sua vez está segurando as exportações", disse o economista da Bankhaus Lampe Alexander Krueger, acrescentando que essa tendência deve continuar durante o restante do ano.

O superávit comercial ficou em 13,2 bilhões de euros em setembro, muito menor do que durante o período antes da pandemia, quando muitas vezes superava 20 bilhões de euros por mês.

(Reportagem de Michael Nienaber)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos