Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.662,95
    +3.183,09 (+6,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Exportações alemãs sobem com comércio robusto na China; Reino Unido pressiona

Paul Carrel e Rene Wagner
·1 minuto de leitura
Carros para exportação em porto de Bremerhaven, Alemanha

Por Paul Carrel e Rene Wagner

BERLIM (Reuters) - As exportações alemãs avançaram em dezembro, depois que o comércio sólido com a China e os Estados Unidos ajudou a maior economia da Europa, que luta para crescer sob as restrições de um lockdown que visa conter a disseminação da Covid-19.

As exportações com ajuste sazonal subiram 0,1% no mês, após um salto de 2,3% em novembro, informou a Agência Federal de Estatísticas nesta terça-feira. As importações caíram 0,1%, após avanço de 5,4% no mês anterior.

O superávit comercial saltou para 16,1 bilhões de euros, mas em 2020 como um todo o superávit caiu pelo quarto ano consecutivo.

Em dezembro, as exportações para a China aumentaram 11,6% em base anual. As destinadas aos Estados Unidos saltaram 8,4%, disse a agência.

O comércio robusto com esses países contrastou com a fraqueza do Reino Unido. As exportações para o Reino Unido diminuíram 3,3% em dezembro, enquanto as importações caíram 11,4%.