Mercado fechará em 5 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    128.919,36
    +491,38 (+0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.280,19
    +109,41 (+0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,25
    +0,17 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.779,30
    -4,10 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    33.990,85
    +27,62 (+0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    818,12
    +31,50 (+4,00%)
     
  • S&P500

    4.266,15
    +24,31 (+0,57%)
     
  • DOW JONES

    34.110,38
    +236,14 (+0,70%)
     
  • FTSE

    7.116,33
    +42,27 (+0,60%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.399,25
    +136,25 (+0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8817
    -0,0468 (-0,79%)
     

Exportações do agronegócio do Brasil têm recorde para mês de abril de US$13,6 bi

·2 minuto de leitura
Máquinas avançam sobre plantações em Caeseara, no Brasil, durante cerimônia de abertura da colheita de grãos

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações do agronegócio do Brasil atingiram um faturamento recorde de 13,57 bilhões de dólares em abril, alta de 39% na comparação com mesmo mês do ano passado, impulsionadas pelos embarques de soja, carnes e produtos florestais, disse o Ministério da Agricultura nesta sexta-feira.

Segundo a pasta, esta é a primeira vez em que as exportações do setor superam a marca de 10 bilhões de dólares em um mês de abril desde o início de uma série histórica que remete a 1997. O recorde ocorre em momento de firme demanda e altos preços das commodities agrícolas nos mercados globais.

Principal produto de exportação do setor, a soja foi responsável por receita de 7,2 bilhões de dólares no mês passado, alta de 43,1% ante abril de 2020. O resultado acompanha também um recorde mensal de exportação em termos de volume, com 17,4 milhões de toneladas enviadas para o exterior.

O ministério chamou atenção para a forte alta de 22,3% nos preços da oleaginosa no período. As cotações chegaram a superar o patamar de 400 dólares por tonelada.

No setor de carnes, as exportações tiveram faturamento recorde de 1,57 bilhão de dólares no mês passado, avanço de 22,7% na comparação anual.

A carne bovina foi a principal exportada, com 705,32 milhões de dólares (+22,5%). Houve crescimento também das exportações de carne de frango (+18,2%, a 598,01 milhões de dólares) e suína (+40,7%, a 230,61 milhões de dólares), acrescentou a pasta.

"Apesar do valor recorde exportado pelo agronegócio, o montante não foi suficiente para aumentar a participação do setor nas exportações brasileiras... A participação diminuiu de 55,4% em abril do ano passado para 51,2% em abril deste ano", disse o ministério em nota.

No acumulado do primeiro quadrimestre, os embarques do agronegócio atingiram 36,8 bilhões de dólares, o equivalente a 44,9% do total das exportações brasileiras, ainda segundo a pasta.

(Por Gabriel Araujo; Edição de Luciano Costa)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos