Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    -0,58 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.778,90
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    32.222,84
    +660,51 (+2,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    762,87
    -31,46 (-3,96%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.268,50
    +138,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9198
    -0,0555 (-0,93%)
     

Exportação de soja do Brasil reduz ritmo em maio, mas ainda supera 2020, diz Secex

·1 minuto de leitura
Navio carregado com soja no porto de Paranaguá (PR)

SÃO PAULO (Reuters) - A média diária de exportação de soja do Brasil alcançou 880 mil toneladas até a segunda semana de maio, alta de 25% ante o mesmo mês de 2020, mostraram dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) nesta segunda-feira.

O ritmo de embarques permanece aquecido com a colheita de uma safra 2020/21 recorde da oleaginosa, mas arrefeceu em relação à semana anterior, quando superava 900 mil toneladas por dia.

Ainda de acordo com a Secex, a média de vendas externas de petróleo atingiu 364,3 mil toneladas ao dia até a segunda semana do mês, uma queda ante os 412,8 mil ao dia registrados em maio do ano passado.

(Por Nayara Figueiredo, com reportagem adicional de Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos