Mercado abrirá em 6 h 45 min

Exportação recorde da Austrália testa nível de minério de ferro

Krystal Chia

(Bloomberg) -- Os embarques de minério de ferro do principal porto da Austrália atingiram recorde anual depois do forte volume em dezembro. O aumento dos fluxos do maior exportador reforça expectativas de queda dos preços ao longo de 2020 com a redução do déficit do mercado global.

As remessas de Port Hedland aumentaram para 47,4 milhões de toneladas em dezembro, o segundo maior volume mensal já registrado. Com isso, o total anual somou 515,7 milhões de toneladas, superando os 508,5 milhões do ano anterior. O porto é usado por mineradoras como BHP e Fortescue Metals.

Os preços do minério de ferro devem cair este ano com a reversão do déficit global. O governo da Austrália projeta que as cotações devem voltar à casa dos US$ 60 a tonelada. A commodity disparou em julho passado, após uma série de cortes da oferta, como o desastre com a barragem da Vale e danos causados pela passagem de um ciclone na Austrália. O Citigroup aposta no retorno de um “grande superávit”.

O minério spot de referência - que acumulou valorização de 27% em 2019 - fechou cotado a US$ 95,15 por tonelada na quarta-feira, o maior nível desde meados de setembro, segundo a Mysteel Global.

Na Austrália, a Rio Tinto disse que os embarques podem subir 5% em 2020, enquanto a BHP estima um aumento da produção de 6% no ano que se encerra em 30 de junho. Em outubro, o presidente da autoridade portuária de Pilbara, Roger Johnston, disse que as exportações de minério de ferro de Port Hedland no ano até junho podem registrar novo recorde.

A Vale ainda tenta recuperar a capacidade de produção no Brasil, afetada pelo incidente. As exportações do país caíram 15% no ano passado, segundo dados do governo. A mineradora espera que a produção aumente para 375 a 395 milhões de toneladas até 2021.

--Com a colaboração de Ranjeetha Pakiam.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Krystal Chia Singapore, kchia48@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Phoebe Sedgman, psedgman2@bloomberg.net, Jake Lloyd-Smith

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.