Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.316,93
    +1.649,27 (+1,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.842,04
    -390,16 (-0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,61
    +1,18 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.842,70
    +30,30 (+1,67%)
     
  • BTC-USD

    41.951,34
    +299,20 (+0,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    997,31
    +2,56 (+0,26%)
     
  • S&P500

    4.568,98
    -8,13 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.250,91
    -117,56 (-0,33%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.250,00
    +44,00 (+0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1987
    -0,1084 (-1,72%)
     

Expectativas para inflação de famílias japonesas atingem máxima de mais de 2 anos, diz BC

·1 min de leitura
Consumidora observa preços de mercadorias em prateleira de farmácia em Tóquio, no Japão

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - As expectativas para inflação das famílias japonesas subiram para uma máxima de mais de dois anos, mostrou nesta terça-feira uma pesquisa trimestral, sinal de que o aumento do custo de vida está começando a mudar as percepções do público sobre os movimentos futuros dos preços.

O resultado oferece alguma esperança para o esforço do banco central do Japão de empurrar a inflação para sua meta de 2%, em parte mudando as percepções sobre a deflação persistente, com um afrouxamento monetário agressivo.

Mas analistas duvidam que as recentes altas da inflação, impulsionadas em grande parte pelo aumento nos custos de combustíveis e matérias-primas, possam ser sustentadas a menos que estejam acompanhadas por salários mais altos.

A porcentagem de famílias que esperam preços mais altos daqui a um ano ficou em 78,8%, ante 68,2% em setembro e atingindo o nível mais alto desde setembro de 2019, de acordo com a pesquisa do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) realizada entre 5 de novembro e 1º de dezembro.

Do total, 80,8% disseram esperar que os preços sejam mais altos daqui a cinco anos, acima dos 78,1% da pesquisa anterior e marcando o nível mais alto desde dezembro de 2019.

A pesquisa está entre os dados que o banco central do Japão provavelmente examinará na reunião de política monetária da próxima semana para julgar se o aumento dos custos de insumos afetou as expectativas de inflação das famílias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos