Mercado fechado

Expansão da economia do Reino Unido no fim de 2020 é revisado para cima

William Schomberg e Andy Bruce
·1 minuto de leitura
Ponte de Londres

Por William Schomberg e Andy Bruce

LONDRES (Reuters) - A economia do Reino Unido cresceu mais rápido do que o inicialmente calculado nos últimos três meses do ano passado, mas ainda encolheu no ritmo mais forte em mais de três séculos em 2020 diante da pandemia de coronavírus, mostraram dados oficiais nesta quarta-feira.

Os dados também revelaram o maior acúmulo de poupança pelas famílias já registrado, o que o banco central britânico acredita que irá alimentar a recuperação quando os consumidores estiverem livres do lockdown.

O Produto Interno Bruto cresceu 1,3% entre outubro e dezembro sobre os três meses anteriores, disse a Agência Nacional de Estatísticas.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a taxa de crescimento repetisse a estimativa preliminar de 1,0%.

Em 2020, o PIB caiu 9,8% em relação a 2019, contra estimativa inicial de queda de 9,9%.

A economia britânica sofreu no ano passado a maior queda entre todos os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, com exceção de Argentina e Espanha, mostraram dados da OCDE.

Ela ficou 7,3% menor do que antes da pandemia, em termos ajustados à inflação, segunda maior queda entre as oito grandes economistas listadas pela agência de estatísticas.