Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.879,29
    -6.058,85 (-11,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Executivos da PlayStation e Xbox reagem a escândalos da Activision Blizzard

·2 min de leitura

Depois que o The Wall Street Journal apurou que o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, estava envolvido e fazia vista grossa dos diversos casos de assédio na empresa (denunciados desde julho deste ano ), os líderes da PlayStation e da Xbox se pronunciaram sobre o caso que veio à tona na última quarta-feira (17).

PlayStation

Já no mesmo dia, Jim Ryan, CEO e presidente da Sony Interactive Entertainment, enviou um e-mail aos funcionários da empresa, dizendo que ele e seu superior estavam “desanimados e francamente chocados ao ler” sobre a incompetência da Activision em lidar com uma “cultura profundamente radicada de discriminação e assédio”.

A Bloomberg teve acesso ao e-mail e destaca também que os executivos da divisão PlayStation entraram em contato com a empresa acusada para entender como eles pretendem lidar com o caso. “Não acreditamos que suas declarações de resposta abordam adequadamente a situação”, comentou Ryan no fim do e-mail.

Jim Ryan, líder da SIE (Imagem: Reprodução/GamesIndustry.biz)
Jim Ryan, líder da SIE (Imagem: Reprodução/GamesIndustry.biz)

A fabricante de consoles e a desenvolvedora tem um relacionamento próximo e acordos de marketing, especialmente nos jogos da franquia Call of Duty. No caso de Vanguard, o game mais recente da série, há conteúdos exclusivos no PS4 e PS5.

Xbox

A Bloomberg também teve acesso ao e-mail enviado por Phil Spencer, responsável pela divisão gamer da Microsoft, aos funcionários do Xbox. Na mensagem, ele afirmou que está “reavaliando todos os aspectos do relacionamento com a Activision Blizzard e fazendo ajustes proativos contínuos”.

Tanto o chefe de Xbox quanto os demais executivos disseram estar “profundamente perturbados pelos eventos e ações horríveis" e que “esse tipo de comportamento não tem lugar em nossa indústria [de games]”.

Phil Spencer, responsável por Xbox (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Phil Spencer, responsável por Xbox (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Acionistas, ex-funcionários e fãs também criticam

Desde o começo das denúncias, centenas de colaboradores da Activision Blizzard assinaram uma petição exigindo a demissão de Bobby Kotick e também protestaram contra o posicionamento da empresa. Além disso, um pequeno grupo de acionistas, que detém cerca de 4,8 milhões de ações da empresa, pediu a renúncia de Kotick antes do final de 2021.

No entanto, as únicas pessoas que manifestaram apoio ao CEO são os membros do conselho da Activision.

O que diz a Activision Blizzard?

Através de sua assessoria, eles já disseram que “respeitam todos os comentários de nossos valiosos parceiros e estamos nos envolvendo ainda mais com eles” e que mudanças têm sido feitas nas últimas semanas. “Estamos comprometidos com o trabalho de garantir que nossa cultura e local de trabalho sejam seguros, diversificados e inclusivos. Sabemos que vai demorar, mas não vamos parar até que tenhamos o melhor local de trabalho para nossa equipe”, diz o comunicado.

Eles também afirmam que estão confiantes com a posição de Bobby Kotick na empresa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos