Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.326,88
    +2.175,42 (+5,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

EXCLUSIVO-BC do Japão deve reduzir previsão de crescimento por impacto de restrições da Covid--fontes

·2 minuto de leitura
Banco central do Japão em Tóquio

Por Leika Kihara e Takahiko Wada

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão deve reduzir a previsão de crescimento econômico deste ano fiscal em novas projeções trimestrais a serem divulgadas na próxima semana, disseram fontes, já que as perspectivas de outro estado de emergência em Tóquio ameaçam diminuir o consumo.

Mas o banco central deve manter sua visão de que a terceira maior economia do mundo está caminhando para uma recuperação moderada, à medida que exportações e produção robustas compensam parte da fraqueza na demanda do consumidor, disseram quatro fontes familiarizadas com o pensamento do banco.

"As bases para uma recuperação estão no lugar, mas o momento deve ser adiado", já que as restrições estão pesando sobre a esperada recuperação da economia no trimestre atual, disse uma das fontes, avaliação compartilhada por outras três fontes.

Nas previsões mais recentes, feitas em abril, o banco central japonês prevê que a economia expanda 4,0% no atual ano fiscal encerrado em março de 2022, número acima do crescimento de 3,6% projetado em pesquisa da Reuters.

Em sua reunião de política monetária de 15 a 16 de julho, o Banco do Japão (BOJ) deve reduzir sua previsão de crescimento deste ano em novas projeções trimestrais e de inflação, disseram as fontes. Também é amplamente esperado que o banco mantenha sua postura para a política monetária.

Nas novas estimativas, o banco deve revisar para cima a previsão da inflação ao consumidor neste ano fiscal, para refletir principalmente o impulso dos recentes aumentos nos custos de energia, disseram as fontes.

As projeções de crescimento para o próximo ano fiscal, que se encerra em março de 2023, dependerão muito de quando as famílias começarão a se sentir seguras o suficiente para aumentar seus gastos com lazer e viagens, dizem analistas.

Atualmente, o banco central espera que a economia cresça 2,4% no próximo ano fiscal e 1,3% no ano seguinte.

(Por Leika Kihara e Takahiko Wada)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos