Mercado abrirá em 6 h 47 min

EXCLUSIVO-Argentina será o 1ª país a aprovar trigo transgênico

Por Maximilian Heath
·1 minuto de leitura
Área de cultivo de trigo em Azul, Argentina
Área de cultivo de trigo em Azul, Argentina

Por Maximilian Heath

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo da Argentina vai aprovar a variedade transgênica de trigo tolerante à seca HB4, da empresa de biotecnologia Bioceres, segundo uma resolução oficial à qual a Reuters teve acesso de forma exclusiva nesta quarta-feira.

A medida torna o país o primeiro a autorizar trigo geneticamente modificado.

No entanto, a companhia só poderá iniciar a comercialização do trigo HB4 quando a semente for autorizada pelo governo do Brasil, principal destino das exportações argentinas do cereal, de acordo com o documento.

"Autoriza-se a comercialização da semente, dos produtos e dos subprodutos derivados desta, provenientes do trigo IND-ØØ412-7 (resistente à seca)", indica a resolução do governo argentino.

O documento destaca que o órgão sanitário argentino Senasa disse que "não foram encontradas objeções científicas para sua aprovação a partir do ponto de vista da adequação alimentar humana e animal".

A Argentina é uma das principais exportadoras de alimentos do mundo. O país sul-americano é também um grande fornecedor global de milho e soja, cujas variedades transgênicas são amplamente utilizadas.

Procurado, o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Rubens Barbosa, afirmou que a entidade está seguindo o assunto.

"Estamos acompanhando. Vamos aguardar. A legislação brasileira não permite a importação", disse ele, sem mais comentários.

Do total importado pelo Brasil de janeiro a agosto, de 4,6 milhões de toneladas de trigo, 3,8 milhões de toneladas tiveram origem na Argentina, segundo dados do governo brasileiro.

(Reportagem de Maximilian Heath e Hugh Bronstein, com reportagem adicional de Roberto Samora, em São Paulo)