Mercado fechará em 3 hs
  • BOVESPA

    110.861,86
    -2.721,15 (-2,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.045,04
    -553,49 (-1,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,76
    -0,69 (-0,91%)
     
  • OURO

    1.738,10
    -13,90 (-0,79%)
     
  • BTC-USD

    41.259,38
    -1.770,52 (-4,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,43
    -36,72 (-3,47%)
     
  • S&P500

    4.351,08
    -92,03 (-2,07%)
     
  • DOW JONES

    34.303,68
    -565,69 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.757,25
    -437,50 (-2,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3509
    +0,0441 (+0,70%)
     

EXCLUSIVO-Órgão regulador de câmbio da China consultou bancos e empresas sobre risco do iuan, dizem fontes

·1 minuto de leitura
Nota de iuan

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - O órgão regulador cambial da China tem conduzido uma rara pesquisa com bancos e empresas para consultá-los sobre seus processos de gestão de risco e capacidade de lidar com a volatilidade do iuan, disseram três fontes à Reuters.

A Administração Estatal de Câmbio da China (Safe, na sigla em inglês) pesquisou sobre "como as empresas de diferentes setores administram sua exposição cambial e como utilizam as ferramentas de hedge", disse uma das fontes, diretamente envolvida na pesquisa.

A Safe não informou uma razão para a pesquisa, mas o momento sugere que as autoridades chinesas estão se preparando para volatilidade da moeda à medida que o Federal Reserve e outros grandes bancos centrais afastam as economias dos generosos estímulos da era da pandemia, buscando evitar uma repetição da violenta queda do iuan durante o aperto monetário visto nos EUA entre 2015 e 2016.

Duas outras fontes, também diretamente envolvidas, disseram que a pesquisa conduzida este mês era diferente do questionário trimestral de rotina que os bancos respondem sobre suas carteiras de negociação.

Esta pesquisa foi semelhante às feitas em 2014 e 2016, disseram as fontes, quando os bancos consultados receberam um pedido por detalhes sobre como administravam as expectativas das empresas e como ajudariam clientes corporativos a protegerem suas exposições cambiais.

A Safe não respondeu a pedidos de comentários da Reuters até momento da publicação desta reportagem.

(Por Xu Jing e Ryan Woo em Pequim e Winni Zhou em Xangai)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos