Mercado fechará em 5 h 59 min
  • BOVESPA

    120.780,76
    +860,15 (+0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.326,72
    +391,81 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,91
    +0,20 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.837,50
    +21,80 (+1,20%)
     
  • BTC-USD

    57.200,21
    -63,86 (-0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,26
    +77,48 (+5,40%)
     
  • S&P500

    4.220,96
    +19,34 (+0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.642,00
    +93,47 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.132,12
    +55,95 (+0,79%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.728,25
    +130,50 (+0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3482
    -0,0184 (-0,29%)
     

Exchange fecha, some com criptomoedas e clientes se desesperam na Turquia

Nicholas Pongratz
·3 minuto de leitura

Clientes da exchange turca Thodex denunciaram a empresa por fraude após o bloqueio ao acesso de milhões de dólares.

A ação foi feita pelo advogado Oguz Evren Kilic, representante de vários clientes da Thodex, que alegam que não conseguem sacar seus investimentos. A exchange tem cerca de 390 mil usuários ativos e as perdas podem chegar a milhões de dólares, diz Kilic. Um promotor de Istambul também teria começado uma investigação, segundo a agência estatal Anadolu.

O CEO e fundador da Thodex, Faruk Fatih Ozer, esteve incomunicável durante esse período e não atendeu várias ligações telefônicas. Segundo Kilic, ele fugiu da Turquia na quarta-feira (21) em um voo comercial em Istambul. Uma foto em que ele supostamente aparece na Albânia foi publicada pela agência de notícias Demiroren.

Suspensão de operações

A revolta dos clientes da Thodex começou na quarta-feira (21), após a exchange anunciar que estava suspendendo suas operações devido a uma suposta “oferta de parceria”.

Um anúncio no site oficial informa que a empresa está analisando várias ofertas para supostamente melhorar seus serviços, além de tranquilizá-los e informar que eles não devem se preocupar com seus investimentos, pois os serviços ficariam indisponíveis por apenas cinco dias úteis.

Em resposta à controvérsia, oficiais do governo estão pedindo por regulamentações mais firmes para criptomoedas. O conselheiro econômico do presidente Recep Tayyip Erdogan, Cemil Ertem, anunciou que o governo deve agir assim que possível. “Esquemas de pirâmide estão sendo criados neste segmento”, disse. Ela acrescenta que:

“A Turquia vai, sem dúvidas, aprovar uma regulamentação que esteja de acordo com sua economia e também com desenvolvimentos globais”.

turquia
turquia

Turquia bane criptomoedas

Enquanto o país europeu não decide exatamente como as criptomoedas serão reguladas, o Banco Central da Turquia já tomou ações drásticas e, no dia 16 de abril, oficialmente baniu o uso de criptomoedas como forma de pagamento.

As autoridades financeiras da Turquia alegam que ativos em criptomoedas “não estão sujeitos a qualquer tipo de regulamentação, mecanismo de supervisão ou autoridade central regulatória”.

Umas das consequências deste cenário, segundo os agentes, é que as transações e pagamentos com criptomoedas têm o potencial de se proporcionar perdas irrecuperáveis para todos os envolvidos. Situações semelhantes à ocorrida com a Thodex são, provavelmente, as que eles querem evitar.

A proibição entra em vigor no dia 30 de abril.

A resposta da Thodex

Na tarde desta quinta-feira (22), a Thodex publicou em seu site uma declaração sobre o episódio. Segundo a exchange, a empresa está em negociações nos últimos três meses para firmar uma parceria.

Na última semana, eles teriam detectado uma “flutuação anormal nas contas da empresa”, o que os levou a fechar seus serviços temporariamente.

A declaração foi, aparentemente, escrita por Ozer. Ele acrescenta que a equipe técnica da exchange está investigando a anomalia e que ele “viajou pessoalmente ao exterior no dia 19 de abril de 2021 para uma reunião final com investidores estrangeiros”.

Ele também afirma que as afirmações de que ele perdeu o dinheiro de seus investidores são falsas e que ele retornaria à Turquia em poucos dias para cooperar com autoridades judiciais e “faria o melhor para evitar que usuários sejam afetados”.

“Eu reitero ao público que a campanha de difamação contra mim e minha empresa não deveriam ser respeitadas”, conclui.

O artigo Exchange fecha, some com criptomoedas e clientes se desesperam na Turquia foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.