Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,70 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,75 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    +1,51 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.725,00
    -5,50 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    20.039,13
    -301,66 (-1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,09
    -2,31 (-0,50%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.628,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1356
    -0,0323 (-0,63%)
     

Empresário bilionário morre em acidente de carro na Índia

Empresário bilionário Mistry ficou conhecido como o ex- presidente da Tata Sons (Reuters)
Empresário bilionário Mistry ficou conhecido como o ex- presidente da Tata Sons (Reuters)
  • Carro em que ex-presidente da Tata Sons viajava atingiu uma barreira entre duas pistas

  • Em 2016, Mistry foi substituído por uma súbita mudança corporativa que levou o ex-presidente Ratan Tata a sair da aposentadoria

  • Líderes empresariais e políticos se manifestaram a respeito do ocorrido

O ex-presidente da Tata Sons, Cyrus Mistry, morreu em um acidente de carro no último domingo (4), em uma rodovia perto de Mumbai, na Índia.

De acordo com informações da CNN Business, o empresário bilionário irlandês nascido na Índia foi uma das duas pessoas que morreram quando o carro em que viajavam atingiu uma barreira entre duas pistas. Duas outras pessoas ficaram feridas e foram levadas para o hospital.

Mistry ficou conhecido como o ex- presidente da Tata Sons, o enorme conglomerado indiano que possuía os hotéis Jaguar, Land Rover e Taj. O empresário ganhou as manchetes em 2011, quando foi anunciado como o sucessor escolhido da Tata e se tornou a primeira pessoa não diretamente relacionada à família a chefiar a empresa que leva seu nome.

Em 2016, Mistry foi substituído por uma súbita mudança corporativa que levou o ex-presidente Ratan Tata a sair da aposentadoria para liderar a empresa temporariamente. A expulsão do empresário criou uma disputa pública amarga entre o ex-presidente e o conselho do grupo.

Em comunicado compartilhado com a CNN Business na segunda-feira (5), o presidente da Tata Sons, Natarajan Chandrasekaran, lamentou a morte do empresário. "Ele tinha uma paixão pela vida e é realmente trágico que ele tenha falecido tão jovem. Minhas mais profundas condolências e orações por sua família nestes tempos difíceis".

Líderes empresariais e políticos também se manifestaram a respeito do ocorrido, como o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que postou no Twitter: "A morte prematura de Shri Cyrus Mistry é chocante. Ele era um líder empresarial promissor que acreditava nas proezas econômicas da Índia".

Mistry tinha 54 anos e deixa a esposa e dois filhos.