Mercado fechado

Ex-presidente da Nissan Ghosn diz que foi brutalmente separado de sua família

TÓQUIO (Reuters) - O ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn disse nesta quarta-feira que foi brutalmente separado de sua família e seus amigos por promotores japoneses.

Ghosn falava durante sua primeira coletiva de imprensa desde que foi preso em novembro de 2018 e fugiu do Japão, onde estava sob liberdade condicional, para o Líbano no mês passado.

(Por Tim Kelly)