Mercado fechado
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,62
    +0,23 (+0,62%)
     
  • OURO

    1.876,50
    -2,70 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    13.206,57
    -4,35 (-0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,22
    -11,47 (-4,21%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,25 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.290,01
    -418,79 (-1,69%)
     
  • NIKKEI

    23.235,13
    -183,38 (-0,78%)
     
  • NASDAQ

    11.221,75
    +89,00 (+0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7363
    +0,0019 (+0,03%)
     

De ex-mulher a "Wal do açaí": eleição municipal tem 45 "Bolsonaros"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura

De olho na popularidade do governo Bolsonaro (pesquisa do Ibope apontou 40% de aprovação), candidatos se apropriaram do sobrenome do presidente para tentar se eleger no pleito municipal de novembro, mesmo sem nenhum grau de parentesco.

De acordo com reportagem do portal UOL, ao menos 45 candidatos registraram o nome que aparecerá na urna com o sobrenome Bolsonaro. Parentes, entretanto, são poucos, como Rogéria Bolsonaro, ex-mulher do presidente e pai dos três filhos com cargos eletivos, e Carlos, filho “03” que tenta a reeleição a vereador.

Outros 43 Bolsonaros querem uma vaga nas câmaras municipais. O único candidato a prefeito com o sobrenome do presidente é um familiar: o primo Marcos Bolsonaro, de Jaboticabal (interior de São Paulo).

Leia também:

A candidatura que mais chama a atenção é a de Walderice Santos da Conceição, que tenta ser vereadora em Angra dos Reis (RJ). Ela ficou conhecida como “Wal do Açaí”, investigada pela Procuradoria da República do Distrito Federal por supostamente ter sido funcionária fantasma do gabinete do presidente. Na urna, aparecerá como Wal Bolsonaro.

No lançamento da pré-candidatura, em julho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) disse que “Wal do Bolsonaro” tem "todo o nosso apoio", referindo-se a sua família.

O número de “Bolsonaros” pode aumentar porque o prazo para o registro de candidaturas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) termina neste domingo (27).