Mercado abrirá em 2 h 18 min
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,96
    +0,76 (+0,67%)
     
  • OURO

    1.827,80
    +13,80 (+0,76%)
     
  • BTC-USD

    30.510,96
    +603,01 (+2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    685,45
    +442,77 (+182,45%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.528,89
    +64,09 (+0,86%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.506,25
    +261,50 (+2,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3073
    +0,0268 (+0,51%)
     

Ex-engenheiros da SpaceX criam carros ferroviários autônomos

·2 min de leitura

Os trens podem ser uma tecnologia antiga, mas ainda são máquinas notáveis ​​– eles operam com cerca de quatro vezes a eficiência energética de um caminhão em uma estrada.

No entanto, nas últimas décadas, as ferrovias têm trabalhado contra si mesmas. Para competir com os caminhões e com os caminhões semielétricos, elas abriram mão das entregas mais curtas. Em vez disso, as ferrovias dobraram os embarques de longa distância de 1.000 milhas ou mais. E para maximizar a eficiência em rotas longas, as companhias ferroviárias simplesmente continuaram tornando os trens mais longos. . . e mais. Hoje, é relativamente comum que os trens tenham quase 3 milhas de comprimento.

(Crédito: cortesia da Parallel Systems)

Quando Matt Soule, então engenheiro da SpaceX, estava concebendo sua próxima startup, um vídeo aleatório de um trem de carga apareceu no YouTube. Naquele momento, ele percebeu algo óbvio: se queremos reduzir as emissões de gases de efeito estufa, devemos transferir mais remessas de caminhões para as ferrovias. Mas como?

Três anos depois, com US$ 50 milhões de financiamento em mãos, ele está compartilhando sua solução. Agora CEO da Parallel Systems, Matt Soule — ao lado de dois cofundadores que lideraram grandes iniciativas de engenharia na SpaceX — está transformando vagões de trem de carga individuais em veículos elétricos autônomos.

Da esquerda para a direita: Os cofundadores Ben Stabler, Matt Soule e John Howard, da Parallel Systems (Crédito: cortesia da Parallel Systems)

A invenção da Parallel Systems é um conjunto modular e motorizado de rodas de trem. Os contêineres de carga são colocados em cima das rodas por um guindaste, e as rodas podem conduzir este vagão até 500 milhas para qualquer lugar na estrada.

O impacto potencial da empresa está em sua capacidade de redesenhar a forma como a carga é transportada, movendo remessas que seriam entregues por caminhão para um trem mais eficiente. Entender esse impacto requer conhecer um pouco melhor as 143 mil milhas de ferrovia dos EUA.

O post Ex-engenheiros da SpaceX criam carros ferroviários autônomos apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos