Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.667,76
    +1.369,78 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Ex de Edmundo, Cristina Mortágua relembra ameaça de morte na gravidez e fala da rejeição de Edmundo ao filho: 'Não existe dor maior'

·2 minuto de leitura

Cristina Mortágua, ex de Edmundo e mãe de um dos filhos dele, Alexandre Mortágua, falou sobre os arrependimentos de sua vida. Classificou-se como uma "idiota" por não se impor e ter se deixado levar pelos "preconceitos idiotas dessa sociedade hipócrita". Citou que foi abusada, no passado e que, quando estava grávida de Alexandre, foi ameaçada de morte. Falou ainda sobre criar e educar o filho (hoje com 26 anos), mesmo com a rejeição de Edmundo.

"Fui abusada com sutileza dentro de casa, poderia ter tido o fim da Elísia Samúdio (ex do goleiro Bruno, que foi morta) pois um 'peixe' tomou as dores do genitor e me ameaçou de morte ainda barriguda, não é Sr. Pedro? Não acredito e tenho quase certeza que o pai da criança não daria um comando desse, ele por incrível que pareça tem bom coração, só não pode mexer no bolso dele", afirma Cristina, na web, referindo-se a Edmundo.

Ela acrescenta que se sentiu culpada por ter que criar e educar o filho sozinha. Realidade de muitas mulheres. Em seu caso, porém, ela diz que teve que lidar publicamente com a rejeição do ex-jogador.

"Quanta culpa eu carreguei tendo que educar um filho sozinha. Normal para muitas mulheres, mas para uma mulher que teve um filho de um ídolo do futebol que o rejeitou publicamente... E a mídia não teve a misericórdia de preservar uma grávida e uma criança na barriga. Não existe dor maior. Eu acordava e ía dormir para encher aquele menino de amor pois eu não tive nenhum na infância", continua ela, ao relembrar a própria história.

O desabado de Cristina ocorreu numa publicação em que ela parabeniza Anitta pelas conquistas em sua carreira. Porque, conforme a própria diz, a artista teve sucesso em superar preconceitos e críticas e seguir em frente.

"Também sou adepta da filosofia do foda-se, mas ultimamente tenho me calado e engolido mais (...). Olho você linda e vejo como fui idiota em me deixar levar pelos preconceitos dessa sociedade hipócrita."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos