Mercado abrirá em 5 h 57 min

eVTOL escolhido pela Gol voa pela primeira vez com piloto a bordo

eVTOL escolhido pela Gol voa pela primeira vez com piloto a bordo
eVTOL escolhido pela Gol voa pela primeira vez com piloto a bordo

O segmentro de eVTOLs, as aeronaves elétricas de decolagem e aterrissagem vertical, continua movimentado. São inúmeras empresas de olho para transformar seus projetos em realidade, entretanto, poucas conseguiram chegar em testes tripulados. Uma delas foi a britânica Vertical Aerospace.

Sua criação é o VX4, uma aeronave desenvolvida para atender o deslocamento urbano em grandes cidades. A aeronave é equipada com um motor elétrico de 1 MW e pode transportar cinco passageiros. Sua autonomia é de cerca de 160 km, ideal para curtas distâncias, e a aceleração vai até 325 km/h.

<em>VX4. Imagem: Vertical Aerospace/Divulgação</em>
VX4. Imagem: Vertical Aerospace/Divulgação

O protótipo está em estágio avançado de desenvolvimento e realizou o seu primeiro voo oficial com piloto a bordo. Por ora, a máquina conseguiu decolar com o impulso das suas oito hélices e ficou no ar por um período de tempo e altitude não revelada pela empresa.

A fabricante diz que optou pelo voo tripulado para provar aos reguladores que é possível “atender aos rigorosos padrões de segurança”: “Este momento representa um salto gigantesco para a aviação”, disse Stephen Fitzpatrick, CEO da empresa.

A seguir, a máquina passará por outra fase de meses de testes rigorosos de alcance, altitude e velocidade. Outro desafio será garantir a transição segura do voo horizontal para o vertical, diz a Vertical Aerospace.

A companhia espera ter o VX4 pronto para certificação em 2025 e diz que já possui 1.400 reservas do modelo das seguintes empresas aéreas: Virgin Atlantic, American Airlines, Japan Airlines e Air Asia. A aeronave urbana também foi a escolhida pela brasileira Gol, que planeja comprar ou arrendar 250 exemplares do modelo.

<em>Imagem: Gol/Divulgação</em>
Imagem: Gol/Divulgação

500 eVTOLs vendidos

A Vertical Space alcançou o marco de 500 unidades vendidas do VX4 em março deste ano. A façanha foi fruto de uma parceria da empresa com a concessionária de aeronaves irlandesa Avolon e gerou uma estimativa de faturamento de pelo menos US$ 2 bilhões (quase R$ 11 bilhões na cotação atual).

A Avalon diz que distribuirá as 500 unidades por “grandes companhias aéreas globais”.

Veja também:

Imagem principal: Vertical Aerospace/Divulgação

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!