Mercado fechará em 5 h 45 min
  • BOVESPA

    106.366,85
    -7,02 (-0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,18
    +1,36 (+1,62%)
     
  • OURO

    1.813,00
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    41.747,53
    -847,39 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    998,50
    -27,23 (-2,65%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.574,97
    -36,26 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.365,75
    -230,00 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2814
    -0,0124 (-0,20%)
     

Evergrande pretende incluir títulos offshore em reestruturação

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- A China Evergrande Group planeja incluir todos os títulos offshore e as obrigações de dívida privada no que pode ser a maior reestruturação já feita no país. A informação foi passada por pessoas familiarizadas com o assunto.

Most Read from Bloomberg

O plano abrange títulos vendidos ao público pela Evergrande e sua subsidiária Scenery Journey, de acordo com as fontes, que pediram anonimato para discutir informações particulares. O período de carência para amortização de juros de duas emissões da Scenery Journey termina nesta segunda-feira e a companhia pode dar seu primeiro calote em títulos vendidos ao público.

Essa reestruturação também incluiria cerca de US$ 260 milhões em notas garantidas pela Evergrande que foram emitidas pela joint venture Jumbo Fortune Enterprises, segundo uma das pessoas ouvidas. Em documentação submetida a autoridades na sexta-feira, a Evergrande sinalizou que possivelmente não conseguirá garantir os pagamentos desses instrumentos.

O processo formal de reestruturação ainda não foi iniciado e os detalhes do plano podem ser alterados, disseram as fontes.

Maior emissora de junk bonds da Ásia, a Evergrande informou na sexta-feira que vai “se envolver ativamente” com credores no exterior em um plano de reestruturação. A declaração representou seu reconhecimento mais explícito até hoje de que o passivo de US$ 300 bilhões se tornou insustentável. Ainda assim, a breve declaração deixou investidores sem saber se a reestruturação incluiria toda a dívida offshore.

A empresa está no epicentro de uma crise mais ampla que abrange as dívidas imobiliárias na China, desencadeada por esforços do governo para reprimir o excesso de empréstimos e a especulação imobiliária.

A Evergrande não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da reportagem.

A companhia vem revisando sua estrutura de capital e está em “diálogo contínuo com credores offshore” desde setembro, de acordo com a documentação submetida na sexta-feira.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos