Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.161,88
    -387,02 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Evergrande: ações saltam 18% após China dizer que calote não acontecerá

·2 minuto de leitura
Foto do prédio da Evergrande com bandeira chinesa à frente
Especula-se que o governo chinês esteja tomando medidas para ajudar a evitar colapso da empresa
(AFP / Hector RETAMAL)
  • Evergrande, gigante imobiliária, tem preocupado investidores devido à dívidas acumuladas

  • A empresa fez uma reunião com reguladores financeiros em Pequim e calote não é esperado

  • Expectativas de cenários mais positivos fez com que as ações da empresa saltassem 18%

Concluir imóveis inacabados, reembolsar investidores de varejo e evitar default (calote) de títulos em dólar no curto prazo. São essas as medidas apontadas por reguladores financeiros em Pequim para a gigante imobiliária Evergrande. A empresa tem preocupado a economia mundial devido ao risco do não pagamento de dívidas acumuladas.

Um de seus cupons, estimado em 83,5 milhões de dólares (em conversão direta, 440,33 milhões de reais) vence nesta quinta-feira, 23, e conta com 30 dias de carência para realização do pagamento. De acordo com a Bloomberg, uma pessoa a par do assunto disse que os reguladores avisaram que a empresa deveria se comunicar de forma proativa com os detentores de títulos para evitar um default. Não há indicações de que os reguladores tenham oferecido qualquer suporte financeiro à Evergrande.

Leia também:

Mesmo com poucas pistas sobre os próximos passos da gigante chinesa, especula-se que o governo do país esteja tomando medidas para ajudar a evitar seu colapso, o que poderia acalmar investidores da China e do mundo. Afinal, a falência seria capaz de sacudir os mercados financeiros e reduzir o crescimento econômico.

Nesta quinta-feira, as ações da Evergrande deram um salto de 18% em Hong Kong, reduzindo as perdas do ano para 82%. A alta deve-se à esperança de que a empresa consiga reverter o cenário ruim e se estabilizar. Na quarta-feira, 22, um comunicado avisando que o pagamento dos juros de um título em yuan foi resolvido por meio de um acordo acalmou os investidores. Segundo especialistas, a incorporadora provavelmente fechou um acordo com os detentores de títulos locais para adiar o pagamento sem que isso fosse classificado como default.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos