Mercado fechará em 2 h 51 min
  • BOVESPA

    107.695,68
    -1.246,00 (-1,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.520,70
    -1.078,68 (-2,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,08
    -2,06 (-2,42%)
     
  • OURO

    1.834,40
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    34.088,55
    -1.239,21 (-3,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    777,09
    -33,51 (-4,13%)
     
  • S&P500

    4.287,45
    -110,49 (-2,51%)
     
  • DOW JONES

    33.580,34
    -685,03 (-2,00%)
     
  • FTSE

    7.325,43
    -168,70 (-2,25%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.082,25
    -344,25 (-2,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2236
    +0,0336 (+0,54%)
     

Evans, do Fed, diz ser preciso ajustar política monetária nos EUA

O presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, durante evento de delegação de membros do Global Interdependence Center na Cidade do México, México, 27 de fevereiro de 2020. REUTERS/Edgard Garrido

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, disse nesta quinta-feira que a política monetária como está "não está bem posicionada" para a inflação alta e que as taxas de juros precisam subir neste ano.

"Precisamos ajustar a política monetária para algo próximo do neutro", disse Evans em evento organizado pelo Milwaukee Business Journal, acrescentando que os formuladores de política monetária do Fed acreditam "fortemente" que os juros precisarão subir duas, três ou quatro vezes neste ano.

(Por Ann Saphir)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos