Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.816,90
    -18,90 (-1,03%)
     
  • BTC-USD

    41.458,23
    +81,38 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Europa, ameaçada por cepa delta, enfrenta vacinação mais lenta

·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O ministro da Saúde da Alemanha reforçou o apelo para que o país vacine o maior número possível de pessoas contra a Covid-19 em meio aos sinais de desaceleração da campanha de vacinação na Europa.

Jens Spahn fez o apelo na quarta-feira diante da propagação da variante delta, que ameaça provocar uma nova onda de casos de Covid-19 na União Europeia. Há indícios de que outros países, como França, Itália, Suíça e Áustria, também enfrentam dificuldade para manter o ritmo de imunização.

A desaceleração sugere um risco crescente de que países desenvolvidos, incluindo os Estados Unidos, possam ficar abaixo das taxas de vacinação necessárias para alcançar a chamada imunidade de rebanho. A situação é complicada, porque a cepa delta é mais transmissível do que as versões anteriores do coronavírus.

As taxas diárias de casos já estão no maior nível em cinco meses no Reino Unido. Também houve forte aceleração em países como Espanha e Portugal, e governos da UE reforçaram os alertas sobre a delta, bem como a necessidade de vacinação.

“O vírus pode matar; a vacina está aí para salvá-lo, então, não hesite”, disse Jean-Baptiste Lemoyne, secretário do Turismo da França, durante programa na rádio Franceinfo na quarta-feira.

Na Alemanha, a campanha de vacinação - que se acelerou rapidamente após um início lento - parece perder o ritmo. Desde maio, o país vinha administrando mais de um milhão de doses em vários dias da semana, mas, na semana passada, só conseguiu atingir a marca na quarta-feira.

Spahn disse que, além de imunizar pessoas em centros específicos, consultórios médicos e no trabalho, a Alemanha deve aumentar o acesso às vacinas em locais como mercados e clubes esportivos.

“Talvez pudéssemos ter um ‘fim de semana da vacinação’ para que a Alemanha realmente alcance a todos, e então atingiremos uma taxa alta”, disse à rádio DLF.

Na França, autoridades têm alertado sobre a variante delta nas últimas duas semanas. O ministro da Saúde, Olivier Veran, avisou que uma quarta onda poderia atingir a França já no final de julho.

O alarme incentivou a vacinação depois da queda do ritmo nas últimas semanas, e o governo também estuda a imunização obrigatória para profissionais de saúde.

O czar da Covid na Itália, Francesco Paolo Figliuolo, disse na terça-feira que o país precisa intensificar os esforços para incentivar pessoas na faixa dos 50 anos, principalmente professores, a se vacinarem.

Portugal também busca acelerar a campanha de vacinação depois de registrar casos crescentes de Covid em junho.

“Temos uma luta contra o tempo, entre a capacidade do vírus se diferenciar e a nossa capacidade de vacinar”, disse na terça-feira o primeiro-ministro de Porgual, António Costa.

Na Áustria, a câmara municipal de Viena está oferecendo vacinação sem agendamento esta semana e busca imunizar jovens em eventos de música ao vivo. O número de pessoas vacinadas com a primeira dose no país caiu para menos da metade do pico em maio.

A taxa de novos casos da Grécia atingiu o maior nível em mais de um mês, e o país registrou queda do número de vacinações diárias. O governo já ofereceu um cartão pré-pago no valor de 150 euros (US$ 177) para jovens adultos, a fim de incentivá-los a tomar a primeira dose.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos