Euro sobe com plano de recompra da dívida da Grécia

O euro subia nesta segunda-feira ante a maior parte das demais moedas fortes, impulsionado pelas mais recentes iniciativas para a redução da dívida da Grécia e pela queda dos yields dos títulos de países da periferia da união monetária europeia.

O euro chegou a ser cotado a US$ 1,3076 durante a sessão em Nova York, depois de a Grécia ter anunciado que aceitaria até sexta-feira ofertas de investidores que desejem vender de volta títulos da dívida para o governo.

Simultaneamente, os yields dos bônus espanhóis de dez anos caíam a 5,237% nesta segunda-feira, de 5,307% na sexta-feira (30), enquanto os da Itália recuavam de 4,493% para 4,443%, o que sinalizaria uma maior confiança dos investidores.

"O foco tem sido a resistência do euro à redução em andamento do prêmio de risco na zona do euro", disse Vassili Serebriakov, estrategista de câmbio do BNP Paribas em Nova York.

No fim da tarde, em Nova York, o euro era negociado a US$ 1,3053, de US$ 1,2986 na sexta-feira, e a € 1,2082 por franco, de € 1,2051. O iene estava cotado a 82,25 por dólar, de 82,48 ienes por dólar na última sessão, e a 107,35 por euro, de 107,13 ienes por euro. A libra estava em US$ 1,6089, de US$ 1,6016 na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...