Euro sobe com expectativa de acordo nos EUA

O euro ganhou força em relação ao dólar, depois que a perspectiva de um acordo sobre o déficit orçamentário nos EUA e uma queda nos custos dos empréstimos dos bônus da Itália e da Espanha animaram os investidores. O euro se aproximou de US$ 1,30, enquanto o yield dos bônus de 10 anos da Espanha recuou para seu nível mais baixo desde março e o yield dos bônus de 10 anos da Itália atingiram uma nova mínima desde junho de 2011.

Alguns dados econômicos da zona do euro também ajudaram a impulsionar a moeda do bloco. A taxa de desemprego ajustada da Alemanha ficou estável em novembro, em 6,9%, perto do recorde de baixa registrado desde a reunificação alemã, ocorrida há mais de duas décadas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Agência Federal do Trabalho. Já o número de trabalhadores na Alemanha que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego cresceu 5 mil em novembro ante outubro. Analistas pesquisados pela Dow Jones previam uma alta maior, de 15 mil.

O índice de confiança do consumidor da zona do euro caiu para -26,9 em novembro, de -25,7 em outubro, informou a Comissão Europeia.

O presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, John Boehner, disse nesta quarta-feira (28) que estava otimista de que um acordo poderá ser fechado com o presidente Barack Obama para evitar o chamado "abismo fiscal", a série de aumentos de impostos e cortes de gastos prevista para entrar em vigor em 1º de janeiro.

O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, o principal negociador da Casa Branca nas conversações sobre o orçamento, deverá se reunir com Boehner e outros líderes do Congresso na próxima terça-feira (4).

Na agenda de indicadores dos EUA está prevista para hoje a divulgação da leitura revisada do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre e os pedidos de auxílio-desemprego na semana até 24 de agosto. Os analistas esperam que a leitura do PIB será revisada em alta para 2,8%, da estimativa anterior de 2%.

Às 10h20 (de Brasília), o euro era negociado em US$ 1,2984, de US$ 1,2953 na quarta-feira. O dólar estava em 82,11 ienes, de 82,08 ienes ontem. A libra estava em US$ 1,6022, de US$ 1,6014 ontem. As informações são da Dow Jones.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,1083-0,0015-0,05%
    USDBRL=X
    3,2905+0,0084+0,26%
    EURBRL=X
    0,9443-0,0029-0,31%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    31,51-0,14-0,44%
    VALE5.SA
    15,18-0,38-2,44%
    PETR4.SA
    4,93-0,10-1,99%
    USIM5.SA
    5,86+0,15+2,63%
    GOAU4.SA
    16,40-0,52-3,07%
    LAME4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    10,89+1,29+13,44%
    TEKA4.SA
    4,18+0,45+12,06%
    BEES4.SA
    4,24+0,43+11,29%
    LFFE3.SA
    7,41+0,71+10,60%
    CRPG5.SA
    28,00+2,60+10,24%
    BRSR3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    16,01-3,99-19,95%
    ITEC3.SA
    1,14-0,25-17,99%
    IGBR3.SA
    0,69-0,11-13,75%
    BBTG12.SA
    29,00-4,00-12,12%
    CEED3.SA
    3,33-0,45-11,90%
    CEDO4.SA