Euro sobe e no dia bate nível mais alto em 11 meses

O euro chegou a subir a US$ 1,3481 nesta sexta-feira, nível mais alto em 11 meses, em reação à notícia de que muitos dos bancos europeus que recorreram às linhas de crédito emergencial do Banco Central Europeu (BCE) durante a crise financeira vão fazer pagamentos antecipados no total de 137,16 bilhões de euros à instituição.

´

Indicadores econômicos positivos divulgados ao longo da semana na zona do euro contribuíram para a alta da moeda única. "As pessoas estão percebendo que a situação fiscal da zona do euro melhorou muito, e isso deverá se traduzir em breve em uma situação econômica melhor", comentou o estrategista Richard Franulovich, do Westpac.

Frente ao iene, o dólar subiu para o nível mais alto desde junho de 2010, depois de o vice-ministro das Finanças do Japão, Tahehiko Nakao, dizer que o governo do país está "acompanhando de perto os acontecimentos no mercado de câmbio" e tomará "medidas apropriadas se isso for necessário". O iene acumula uma queda de 17% frente ao dólar desde setembro, quando começou a crescer a perspectiva de que a eleição de dezembro produzisse um governo com políticas mais agressivas de combate à deflação (o que acabou acontecendo).

"A chave, a partir de agora, é quando e como o governo vai implementar sua nova estratégia de crescimento e se o Banco do Japão vai adotar políticas mais agressivas de relaxamento monetário quando seu novo presidente assumir", disse Kosuke Hanao, chefe de operações com moedas do HSBC em Tóquio.

No fim da tarde desta sexta-feira em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3464 por dólar, de US$ 1,3377 por dólar na véspera; o iene estava cotado a 90,93 por dólar, de 90,32 por dólar na quinta-feira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...