Euro cai em relação ao dólar com acordo nos EUA

As moedas percebidas como mais arriscadas como o dólar canadense e o australiano se fortaleceram nesta quarta-feira, um dia após o Congresso dos EUA ter aprovado um acordo para evitar o abismo fiscal.

Os investidores se voltaram para vários ativos de risco na esperança de que o acordo de última hora nos EUA possa ajudar a maior economia mundial a evitar uma recessão no começo de 2013. O iene e em menor extensão o dólar - percebidos pelo mercado como porto seguro - foram atingidos no começo da sessão de hoje.

O dólar australiano subiu para US$ 1,0503 de US$ 1,0395 no final da terça-feira, segundo informou o CQC, enquanto o dólar estava sendo comercializado a 0,9848 centavos de dólar canadense de 0,9936 centavos.

O dólar avançou em relação ao iene, que também foi duramente atingido nas últimas semanas devido às expectativas de novo relaxamento monetário no país. No final do dia, o dólar estava sendo cotado a 87,34 ienes de 86,96 ienes.

A preferência dos investidores por ativos percebidos como mais arriscados, que são tipicamente favorecidos durante períodos de crescimento e expansão, aumentou nesta quarta-feira após os dados melhores do que o esperado para o setor de manufaturados dos EUA.

Dados fortes do setor de manufaturados dos EUA e da China revigoraram o ânimo dos investidores. Enquanto o índice oficial dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de manufatura da China, permaneceu em 50,6 em dezembro, a mesma leitura de novembro, o PMI dos EUA subiu para 50,7 em dezembro de 49,5 em novembro.

O euro recebeu suporte no início da sessão desta quarta antes de voltar ao território de resistência técnica e se retrair em relação ao dólar. Essa é a quarta vez que o euro tentou e falhou na quebra do patamar de US$ 1,33 desde meados de dezembro, tornando improvável novos ganhos em relação à esse suporte afirmou o diretor do KMJ Capital, Ken Jakubzak.

No final do dia, o euro estava sendo comercializado a US$ 1,3186 de US$ 1,3203 no final da terça-feira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...