Euro cai frente ao dólar com decisão do BCE

O euro caiu para o nível mais baixo em dois meses frente ao dólar nesta quinta-feira, depois de o Banco Central Europeu (BCE) anunciar sua taxa básica de juros inalterada e de a Alemanha divulgar mais um indicador fraco. As exportações alemãs em setembro ficaram abaixo das previsões; na véspera, o indicador de produção industrial da Alemanha em setembro também havia ficado abaixo das expectativas.

"Há uma percepção crescente de que o BCE possa ter chegado ao limite de sua capacidade de ajudar a economia", disse o estrategista Valentin Marinov, do Citigroup. Para George Dowd, chefe da mesa de câmbio da Newedge USA em Chicago, "os indicadores europeus têm sido ruins, e isso tem sido negligenciado".

Também pesaram no sentimento dos investidores novos sinais de que a Espanha não fará um pedido formal de ajuda ao BCE, o que seria necessário para que a instituição passasse a comprar bônus do país no mercado. A boa demanda em um leilão de bônus espanhóis nesta quinta-feira não causou reação no câmbio, e participantes do mercado disseram que é apenas uma questão de tempo para que o euro caia ainda mais.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,2748, de US$ 1,2766 na quarta-feira, com mínima intraday em US$ 1,2717, nível mais baixo desde 7 de setembro. O iene estava cotado a 79,47 por dólar, de 80,00 por dólar na véspera; o franco suíço estava cotado a 0,9458 por dólar, de 0,9428 por dólar na quarta-feira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...