Mercado fechará em 2 h 36 min

EUA venceram uma batalha fiscal contra Coca-Cola por ganância no exterior

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Logo da Coca-Cola em São Francisco, na Califórnia
(Arquivo) Logo da Coca-Cola em São Francisco, na Califórnia

Um juiz concordou com os serviços tributários americanos no processo contra a multinacional Coca-Cola, acusada de não ter contabilizado corretamente seus lucros no exterior entre 2007 e 2009.

O grupo separou grande parte dos lucros de algumas de suas filiais no exterior - principalmente no Brasil e Irlanda - e evitou pagar uma alíquota mais alta nos Estados Unidos, segundo a decisão consultada nesta quinta-feira (19) pela AFP.

O juiz interveio após uma ação judicial da Coca-Cola, em 2015, contra as conclusões de uma auditoria de serviços fiscais dos Estados Unidos.

Concluíram que durante três anos a multinacional não declarou sua receita tributável nos Estados Unidos em US$ 9 bilhões e, consequentemente, deveria pagar impostos adicionais em US$ 3,4 bilhões.

"Pretendemos continuar defendendo vigorosamente nossa posição", afirmou a empresa em nota após a decisão.

jum/jul/esp/gm/mps/bn