Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.690,17
    +1.506,22 (+1,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.004,19
    -373,28 (-0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,95
    +0,12 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.688,50
    -12,20 (-0,72%)
     
  • BTC-USD

    46.780,23
    -3.888,99 (-7,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,74
    -51,47 (-5,21%)
     
  • S&P500

    3.768,47
    -51,25 (-1,34%)
     
  • DOW JONES

    30.924,14
    -345,95 (-1,11%)
     
  • FTSE

    6.650,88
    -24,59 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    28.667,14
    -569,65 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    28.378,64
    -551,47 (-1,91%)
     
  • NASDAQ

    12.335,00
    -120,00 (-0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7821
    -0,0038 (-0,06%)
     

EUA vão distribuir doses gratuitas de vacinas contra COVID-19 nas farmácias

Fidel Forato
·2 minuto de leitura

Nos Estados Unidos, já foram diagnosticados mais de 26,5 milhões de infecções pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Neste cenário, a vacinação contra a COVID-19 é um dos principais focos das autoridades de saúde, já que assim será possível controlar o contágio. Para estimular a adesão aos imunizantes, o governo anunciou, na terça-feira (3), que farmácias selecionadas distribuirão as doses, de forma gratuita, respeitando o cronograma de grupos prioritários.

O Programa Federal de farmácias do varejo para a vacinação contra a COVID-19 será iniciado na semana que vem, dia 11 de fevereiro, conforme informou a Casa Branca. Na primeira fase do projeto que visa ampliar o acesso aos imunizantes, as farmácias selecionadas nos EUA receberão suprimentos limitados de vacinas para imunizar grupos prioritários, sem nenhum custo, contra a COVID-19.

EUA vão distribuir vacinas em farmácias selecionadas para ampliar acesso aos imunizantes (Imagem: Reprodução/ Alena Shekhovtcova/ Pexels)
EUA vão distribuir vacinas em farmácias selecionadas para ampliar acesso aos imunizantes (Imagem: Reprodução/ Alena Shekhovtcova/ Pexels)

Este programa federal é uma parceria público-privada com 21 grupos farmacêuticos do país e redes de farmácias independentes, o que poderá somar mais de 40 mil estabelecimentos em todo o país. "É um componente fundamental da Estratégia Nacional do governo para expandir o acesso equitativo às vacinas para o público americano", informou a Casa Branca, em nota.

Para definir os parceiros da iniciativa, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) trabalharam com os estados e foram consideradas uma série de fatores, como a capacidade da farmácia em alcançar algumas populações de maior risco para formas graves da COVID-19.

Agora, a orientação é que os norte-americanos consultem o site do estabelecimento de sua preferência — e mais próximo de suas casas para evitar casos de contaminação do coronavírus — para saber se a vacina já está disponível e se integram o grupo selecionado para ser imunizado. Isso é importante porque as doses das vacinas ainda são restritas e limitadas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: