Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.608,25
    +198,16 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

EUA testa medicamento para melhorar crescimento de crianças com nanismo

·1 min de leitura
Em geral, pessoas com acondroplasia possuem braços e pernas curtos, cabeça grande e um tronco de tamanho médio (AFP/Emily Kask)

A agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos, a FDA, aprovou nesta sexta-feira (19), pela primeira vez, um medicamento para melhorar o crescimento em crianças com acondroplasia, o tipo mais comum de nanismo.

O fármaco Voxzogo, fabricado pela farmacêutica BioMarin, já está autorizado nos Estados Unidos para o tratamento de crianças maiores de cinco anos com acondroplasia, cujas placas de crescimento - áreas de cartilagem ao final dos ossos longos - ainda estão abertas, o que significa que têm potencial para crescer.

"Com essa ação, as crianças de baixa estatura devido à acondroplasia têm uma opção de tratamento que foca na causa subjacente de sua baixa estatura", disse em um comunicado de imprensa a endocrinologista da FDA, Theresa Kehoe.

A acondroplasia é um transtorno genético do crescimento ósseo que bloqueia a mudança da cartilagem para o tecido ósseo. Os adultos com essa condição se desenvolvem até chegar, em média, a 1,2 metro de altura.

Essa condição pode provocar problemas respiratórios, curvatura exagerada da coluna, obesidade e infecções de ouvido recorrentes, segundo os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA. A expectativa de vida dessas pessoas, no entanto, costuma ser quase normal.

A Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia, autorizou o uso do fármaco para tratar crianças maiores de dois anos que ainda estão em crescimento no fim de agosto deste ano.

Espera-se que o medicamento esteja disponível nos Estados Unidos em meados ou no final de dezembro, segundo a BioMarin.

crs/ia/llu/dg/rpr/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos