EUA suspende voos do Boeing 787 Dreamliner

A Federal Aviation Administration, como é chamada a agência que regula a aviação nos Estados Unidos, determinou que todos os aviões Boeing 787 Dreamliner fiquem sem voar temporariamente, depois de uma série de incidentes envolvendo este modelo, incluindo um ocorrido ontem no Japão.

Segundo determinação da agência, as aeronaves precisarão provar que baterias responsáveis pela maior parte destes incidentes são seguras. Depois disso, os aviões poderão voltar a ser utilizados para voos comerciais. No Japão, as duas companhias aéreas que utilizam o 787 e enfrentaram problemas com este modelo já haviam decidido parar de usar estes aparelhos.

No começo da semana, o governo dos EUA havia determinado a revisão do 787 Dreamliner, considerado uma revolução tecnológica na aviação, após a ocorrência de um incêndio em um avião deste modelo de uma linha aérea japonesa estacionado em Washington. Ao todo, há 50 aeronaves em uso pelas companhias LAN (Chile), LOT (Polônia), Air India, All Nippon Airlines (Japão), Japan Airlines, Qatar Airways e United Airlines (EUA). (AE)

Carregando...