Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,50
    -0,13 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.785,20
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    57.162,85
    +2.399,87 (+4,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,64
    +63,33 (+4,51%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,31 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.039,30
    +116,13 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    28.647,97
    +229,99 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.342,10
    +529,47 (+1,84%)
     
  • NASDAQ

    13.521,25
    +30,25 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4268
    -0,0001 (-0,00%)
     

EUA registra déficit fiscal recorde em seis meses

·1 minuto de leitura
Vista externa do prédio do Departamento do Tesouro dos EUA em 27 de março de 2020 em Washington, DC

O déficit fiscal dos Estados Unidos atingiu um novo recorde entre outubro de 2020 e março de 2021 devido aos gastos com planos de estímulo econômico para enfrentar a pandemia, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (12) pelo Departamento do Tesouro.

O déficit atingiu 1,7 trilhão de dólares nesses seis meses, correspondendo ao primeiro semestre do ano fiscal de 2021.

A cifra equivale a 130% ou 963 bilhões de dólares a mais que no primeiro semestre de 2020.

Um forte aumento nos gastos explodiu o déficit: os gastos aumentaram 45%, para 3,41 trilhões de dólares no período considerado.

O Congressional Budget Office (CBO) estimou em fevereiro que os Estados Unidos deveriam registrar neste ano seu segundo maior déficit fiscal desde a Segunda Guerra Mundial.

jul/Dt/oaa/mr/lda/jc/mvv