Mercado abrirá em 7 h 34 min
  • BOVESPA

    112.282,28
    +2.032,55 (+1,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.338,34
    +510,21 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,41
    +0,18 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.764,50
    -14,30 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    43.902,12
    +1.817,27 (+4,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.104,89
    +64,41 (+6,19%)
     
  • S&P500

    4.395,64
    +41,45 (+0,95%)
     
  • DOW JONES

    34.258,32
    +338,48 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.083,37
    +102,39 (+1,47%)
     
  • HANG SENG

    24.394,72
    +173,18 (+0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.202,00
    +38,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2162
    +0,0074 (+0,12%)
     

EUA questionam nomeação de novo promotor anticorrupção na Guatemala

·1 minuto de leitura
(Jul/2021) Manifestante pede na capital a renúncia de Giammattei e Consuelo

Os Estados Unidos questionaram nesta quinta-feira a nomeação do novo promotor anticorrupção na Guatemala, no momento em que centenas de pessoas bloqueiam vias pedindo a renúncia do presidente Alejandro Giammattei, a quem acusam de promover a impunidade.

A "nomeação repentina" de Rafael Curruchiche como chefe da Promotoria Especial contra a Impunidade (Feci) "não agrega confiança na capacidade do órgão de investigar e processar de forma independente os casos de corrupção", declarou o porta-voz do Departamento de Estado americano, Ned Price.

"Nossa posição continua sendo a de que é fundamental que a Feci possa funcionar e que seus promotores e analistas tenham poderes para continuar investigando casos, a fim de manter a luta contra a corrupção na Guatemala. Qualquer interrupção nas investigações por motivo político não tem lugar em um sistema democrático aberto e forte", acrescentou Price.

Curruchiche é acusado de criar casos contra vozes da oposição. Um deles foi a prisão em maio do ex-superintendente tributário Juan Francisco Solórzano Foppa, crítico de Giammattei, por supostas irregularidades na criação de um partido político.

A imprensa local noticiou dois casos em que juízes denunciaram o agora chefe anticorrupção por tentar favorecer acusados de crimes eleitorais, incluindo importantes empresários processados por financiamento ilegal do partido do ex-presidente Jimmy Morales (2016-2020).

A destituição de Sandoval, considerado por Washington um "campeão anticorrupção", fez com que os Estados Unidos perdessem a "confiança" em Consuelo e congelassem a ajuda ao Ministério Público. Além disso, desde a saída de Sandoval, a Guatemala vive dias de protestos que exigem a renúncia de Giammattei e Consuelo.

O governo Biden considera a luta contra a corrupção fundamental em sua estratégia para conter a migração em massa de centro-americanos, que se tornou um problema político nos Estados Unidos.

sct-ad/lda/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos