Mercado abrirá em 7 h 45 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,36
    +0,08 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.830,40
    -5,70 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    57.464,23
    +2.191,10 (+3,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.555,88
    +1.313,20 (+541,12%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    27.943,35
    -70,46 (-0,25%)
     
  • NIKKEI

    27.959,31
    -649,28 (-2,27%)
     
  • NASDAQ

    13.261,00
    -85,00 (-0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3310
    -0,0144 (-0,23%)
     

EUA quer regular criptomoedas para conter desastre de US$ 6 trilhões em 2021

Dale Hurst
·2 minuto de leitura

Um painel composto de oficiais do governo dos Estados Unidos e especialistas do mercado de criptomoedas deve pedir a adoção de uma regulamentação agressiva de Bitcoin e outros criptoativos devido ao aumento do número de casos de ransomware.

Muitas criptomoedas, apesar de terem ganhado a confiança dos investidores, são um prato cheio para ciberciminosos. Isso inclui golpes que usam ransomware para praticar crimes. É por isso que os membros da força-tarefa acreditam que a regulamentação de criptomoedas é necessária para cortar o problema pela raiz.

estimativas de que os danos causados por crimes virtuais, incluindo ransomware, cheguem a US$ 6 trilhões apenas em 2021.

Na última semana, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) criou um grupo dedicado a enfrentar a epidemia de ransomware. Enquanto isso, reguladores bancários e investigadores de crimes financeiros de todo o mundo estão discutindo a regulamentação de criptomoedas. Se isso é necessário, como fazer para regular?

Qual a proposta?

Segundo relatos, o painel propôs um novo conjunto de regras que giram em torno de remover o anonimato de transações em cripto. É este o problema que, segundo a força-tarefa, incentiva as pessoas a usarem criptomoedas, protegendo-as da monitoria do governo em suas atividades financeiras individuais.

A expectativa do painel é que a remoção do anonimato desencoraje as pessoas de usarem criptomoedas para atividades criminosas.

Os passos específicos recomendados foram

  • Estender protocolos de identificação do cliente para exchanges;

  • Implementar requerimentos mais agressivos para o licenciamento de processadores;

  • Implementar regulamentação contra a lavagem de dinheiro em serviços como escritórios de conversão de moedas.

O painel também deve criar uma equipe de experts dentro do DoJ especializado na apreensão de criptomoedas.

Outras ações em transações ilegais de criptomoedas

Os Estados Unidos não são o único país a instigar uma atitude mais dura em relação a transações ilegais de criptomoedas em abril. A Coreia do Sul, por exemplo, anunciou uma nova política de desmantelo, que deve continuar até junho, com o objetivo de eliminar o uso de criptomoedas em crimes financeiros e de lavagem de dinheiro.

As ações da Coreia do Sul envolvem várias agências e reguladores, assim como o trabalho desenvolvido nos EUA. O país asiático também introduziu uma série de regulações para ajudar suas agências a rastrear transações suspeitas. A medida segue outra lei que força empresas do setor a verificarem a identidade de seus clientes – o famoso KYC.

O artigo EUA quer regular criptomoedas para conter desastre de US$ 6 trilhões em 2021 foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.