Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.295,47
    +369,98 (+1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

EUA: polícia prendre pais de autor de tiroteio em escola de Michigan

·1 min de leitura

James e Jennifer Crumbley, os pais do adolescente que abriu fogo em sua escola em Michigan, norte dos Estados Unidos, deixando quatro mortos, foram presos neste sábado (4) após serem indiciados por quatro acusações de homicídio culposo.

Os pais do autor do tiroteio podem pegar até 15 anos de prisão se forem condenados. Após uma vasta operação de busca e apreensão feita pela polícia e pelo FBI, eles foram localizados em um complexo industrial em Detroit, a cerca de 60 quilômetros do tiroteio, perto de seu veículo, achado pouco tempo antes.

Os advogados dos Crumbleys disseram na sexta-feira que o casal se entregaria às autoridades e não estava fugindo, mas deixou a cidade na noite do tiroteio "para sua própria segurança". O fato de terem sacado US$ 4.000 e desligado seus telefones celulares disparou o alerta, de acordo com policiais ouvidos pela rede americana CNN.

Ethan Crumbley, de 15 anos, "foi quem entrou na escola de ensino médio e apertou o gatilho", mas "há outras pessoas que contribuíram para os acontecimentos de 30 de novembro e é minha intenção fazê-las prestar contas também", disse na sexta-feira a promotora distrital do condado de Oakland, Karen McDonald. "Estas acusações são destinadas a responsabilizar as pessoas que contribuíram para esta tragédia e também enviar a mensagem de que os proprietários de armas têm responsabilidade", acrescentou a promotora.

"Tem que aprender a não ser pego"

"Ethan, não faça isso"

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
EUA: tiroteio em Miami deixa dois mortos e ao menos 20 feridos
Tiroteio nos EUA: três pessoas foram baleadas durante jogo de beisebol em Washington
EUA: tiroteio em Oklahoma deixa três mortos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos